Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2015

Edivaldo Holanda Jr prometeu fazer um governo transparente. E agora?

Professor da rede municipal de ensino de São Luís protocolou três requerimentos junto a Secretaria Municipal de Educação e através desta ação ele busca informações importantes que podem subsidiar o debate em torno da definição do percentual de reajuste anual garantido aos docentes, pela lei federal nº 11.738/08. Lamentavelmente, pelo terceiro ano consecutivo o prefeito Edivaldo Holanda Jr (PTC) descumpre a lei ao não conceder o reajuste em janeiro e nos anos anteriores, sempre o concedeu num percentual inferior ao que determinava a lei.

Infelizmente registramos que ele age dessa forma porque conta com a anuência de sua base aliada na Câmara de Vereadores.

Além desse pleito o professor também requereu junto ao titular da SEMED informações relacionadas às reformas das escolas, pois afinal, essas obras são tocadas com dinheiro publico e a legislação determina que ocorra a transparência na aplicação desses recursos. Confira nas imagens abaixo.









Como ser pátria educadora dessa forma, dona Dilma?

Qual a verdadeira prioridade das prioridades?
Nada como um dia atrás do outro. Passados apenas sete dias do anúncio do novo lema governamental, o qual coloca a educação como a “prioridade das prioridades”, conforme ouvi na Conae no discurso da presidenta Dilma, o seu governo anunciou um contingenciamento (eufemismo para a palavra corte) dos recursos de custeio de todos os ministérios, montante que chegará a 22,7 bilhões em 2015. E qual é o ministério mais atingido? O Ministério da Educação, logo aquele que foi eleito a prioridade das prioridades. Serão 7 bilhões guardados para ajudar a equilibrar as contas... com os credores de nossa (minha? Sua? Feita com que autorização?) dívida pública. E o que são gastos com custeio. Segundo a mídia “estão preservados desembolsos com pessoal, aposentadorias, benefícios assistenciais e outras prioridades”. Bem, então o que do dia-a-dia do MEC está sendo cortado? 1.Todo gasto com apoio aos municípios para formação continuada é considerado custeio;
2…