Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2010

Nota do MRP sobre a greve de 144 horas do SINPROESEMMA

GREVE SIM! MANOBRA ELEITORAL NÃO.

A assembleia convocada pelo Sinproesemma para esta segunda-feira (30/08) evidenciou que as verdadeiras motivações da direção do sindicato, estão sendo pautadas pela atual conjuntura política eleitoral. Durante a assembleia os professores presentes foram impedidos de poderem se manifestar, o que causou uma profunda indignação na maioria dos presentes. Toda a orquestração se iniciou com a falta de divulgação para informação da realização da assembléia, em que o objetivo era deixar a maior parte dos professores de São Luís, fora do processo de discussão. No entanto, em função do número razoável de educadores presentes, a direção do sindicato decidiu de forma autoritária proibir a inscrição dos professores para que estes pudessem fazer uso da palavra no microfone, permitindo apenas, que fosse feita uma única fala. Logo em seguida, sob protestos da grande maioria dos professores, foi encaminhada uma votação de paralisação de 144 horas (seis dias), que rece…

Direção do SINPROESEMMA forja resultado da assembleia na capital.

Companheir@s, hoje a diretoria do SINPROESEMMA conseguiu se superar.


Iniciaram a assembleia por volta das 16h. Logo após a diretoria propôs e defendeu uma greve de 144 horas, isto é, 6 dias, a começar na próxima 4ª feira. A mesa consultou a assembleia se havia outra proposta, neste momento, militantes do MRP se manifestaram e foram até a mesa, chegando lá foram informados por um diretor do sindicato, que somente um deles poderia fazer uso da fala, contestamos, entretanto, ele desconsiderou o protesto da maioria dos presentes e encaminhou a votação. Votação esta, que se deu de forma parcial. Apesar da contenda, verificou-se que apenas uma minoria votou pela paralisação. Nesse momento a maior parte dos presentes se revoltou e se retirou do recinto, numa clara demonstração de reprovação da atitude AUTORITÁRIA E ANTIDEMOCRÁTICA da diretoria.

Na saída do auditório, decidimos reunir com os professores e conversamos. Lá decidimos:






1- Não aderir a esta paralisação, em função da forma como ela …

Nota do MRP sobre a GREVE na EDUCAÇÃO ESTADUAL.

TRABALHADORES DA EDUCAÇÃO PAGAM CARO POR NEGOCIAÇÃO DO SINPROESEMMA COM O GOVERNO




Os trabalhadores da educação pública do Maranhão, mais uma vez estão pagando um preço alto pela falta de compromisso da direção do Sinproesemma com os verdadeiros interesses da categoria.

No final de 2009, a diretoria do sindicato, por motivações políticas e eleitoreiras, resolveu fechar um acordo com o atual governo, apoiando o descumprimento da Lei do Piso que estabelecia um reajuste de 19,21% para os educadores e desrespeitando a decisão da Assembléia Regional de São Luís que democraticamente definiu, naquele momento, por rejeitar o pretenso acordo e iniciar o movimento grevista até o cumprimento da Lei. Na ocasião, os trabalhadores da educação paralisaram suas atividades durante 15 dias, promovendo grandes mobilizações de rua. No entanto, pressionados com corte de pontos, ameaças de demissões e sem contar com o apoio da direção do sindicato que, mais uma vez abandonou a categoria, os valorosos profes…

assembleia do sinproesemma em SÃO LUIS 2ªfeira 30/08

Companheir@s, acabamos de ser informados que a diretoria do SINPROESEMMA está convocando uma assembleia para a FETIEMA as 15 h (praça da bíblia) ao lado do quartel dos bombeiros.






Dentre os pontos da pauta, destaca-se a possibilidade de deflagração da greve geral da nossa categoria.





Atenção! esta assembleia é para todos os professores ( sindicalizados e não-sindicalizados) e demais educadores.






SOCIALIZEM ESTA INFORMAÇÃO NOS SEUS LOCAIS DE TRABALHO E COMPAREÇAM!






Aos companheiros das demais regionais, peço que vcs participem deste fóruns deliberativos, afinal, são nossos direitos e a nossa carreira profissional que estão em jogo.

Reunião com profissionais da educação - REDE ESTADUAL

Reunião do MRP, dia 24/08 (terça feira)


Companheir@s da REDE ESTADUAL, amanhã realizaremos UMA REUNIÃO PARA DISCUTIRMOS O QUE FAZER DIANTE DA NEGATIVA DO GOVERNO, em não :



- CONCEDER NOSSAS PROGRESSÕE E TITULAÇÕES;


- CONCEDER NOSSO REAJUSTE ANUAL;


- APROVAR O NOSSO NOVO ESTATUTO.



LOCAL: CEGEL;  HORÁRIO 17H 30MIN



Sendo assim, convidamos a tod@s para COMPARECEREM.



Socilizem essa informação nos seus locias de trabalho e fortaleçam a nossa luta, potencializando essa nossa mobilização!

DIERETORIA DO SINPROESEMMA ALIA-SE AO GOVERNO ESTADUAL, PREJUDICA MAIS DE 40 MIL PROFESSORES E AGORA CULPABILIZA O GOVERNO PELO FRACASSO DAS NEGOCIAÇÕES EM PROL DO NOVO ESTATUTO.

SINPROESEMMA - NOTA OFICIAL

Diante do resultado da mais recente reunião de negociação sobre o Estatuto do Educador maranhense realizada no dia 12 deste mês com representantes do Governo do Estado, o Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Maranhão (SINPROESEMMA) vem a público:




1. Informar que, em total desrespeito aos educadores da rede estadual, o governo do Estado decidiu unilateralmente apresentar Proposta de Estatuto, que rasga mais de um ano de debates – internos da categoria e desta com o próprio governo –, alegando principalmente a necessidade de respeito à Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) e as restrições do período eleitoral;



2. Denunciar que a Proposta de Estatuto ameaça a carreira profissional, conquista histórica, ao limitar e não fixar uma tabela salarial e deixar vagas as diversas formas de gratificações;



3. Lembrar que dias antes assembleias regionais do Sindicato haviam aprovado texto unificado de projeto de Estatuto do Educador, composto com a Seduc, fic…

Má gestão emperra pagamento de piso a professores

Piso salarial dos professores foi tema de debate na Comissão de Educação e Cultura, na tarde de terça-feira (17).Deputados da casa, representantes de entidades e o secretário-geral da CNTE, Denílson Bento da Costa, se reuniram para discutir o índice de reajuste do valor do PSPN. Durante o debate realizado na Comissão, o coordenador-geral do Fundeb, Wander Borges, demonstrou que o governo
federal separou quase R$ 7 bilhões neste ano para complementar os recursos do fundo nos municípios. Por essa razão, foi apontado que não há justificativa para as prefeituras descumprirem a lei (11.738/08) que instituiu o piso salarial nacional da categoria.

"Para aonde estão sendo levados esses R$ 6,9 bilhões? Desafio qualquer município a provar que deu, nos últimos trêsanos, um aumento salarial acumulado de 30% aos professores. O dinheiro tem sido desviado, e não podemos concordar com isso. As prefeituras incham suas folhas de pagamento com cargos de confiança e depois dizem não ter recurso para …

Reunião do MRP dia 19/08 - REDE ESTADUAL

Reunião do MRP dia 19/08


Companheir@s, EM FUNÇÃO DA CONVOCAÇÃO DE UMA ASSEMBLEIA GERAL DA NOSSA CATEGORIA, dentro em breve, convidamos a todos para participarem da reunião do MRP que acontecerá nesta 5ª feira, as 16:30h no SINDICATO DOS BANCÁRIOS, para discutirmos o indicativo de greve, SÓ AGORA DEFENDIDO PELA DIRETORIA DO SINPROESEMMA.



Socializem esta informação nos seus locais de trabalho e potencializem nossa MOBILIZAÇÃO!

Fonte: http://www.orkut.com.br/Main#CommMsgs?cmm=30228195&tid=5506317183567267196&start=1

Greve de fome de PROFESSOR ESTADUAL, para garantir o salário.

Professor entra em greve de fome por salário


O professor de Filosofia Francisco das Chagas, 27 anos, levantou da cama às 6h de ontem, em sua casa, no bairro Vila Nova. Tomou café às 7h. Vestiu-se com um saco de lixo preto, colou em si mesmo cartazes pintados por ele no dia anterior, com a frase “professor em greve de fome”, maquiou-se de palhaço com tinta vermelha e branca, e seguiu para o edifício da Secretaria Estadual de Educação (Seduc). Chegou lá às 9h, manteve-se de pé na frente do edifício. Desde então, Francisco não comeu mais.



Ele se declarou em greve de fome até que o governo do estado pague os salários de professores contratados da rede escolar, que estão atrasados há quatro meses. Em cartazes pregados nos corrimãos do edifício, havia a frase “Passe a bola da educação”. Logo ao lado, Francisco segurava uma bola preta com a palavra “educação” colada, que ele pretendia passar para quem quisesse. “Essa ‘bola’ já passou pelo município, pelo estado, pelos alunos e pelos profess…

ATENÇÃO! VEM AÍ O SEGUNDO SEMINÁRIO DO GEMMARX!

O Grupo de Estudos Marxistas do Maranhão (GEMMARX) promove o seu II Seminário, na cidade de São Luís, no dia 20 de agosto, no auditório “Che Guevara”, do Sindicato dos Bancários (Rua do Sol, 413, Centro), em continuidade da primeira experiência, exitosa, realizada em abril passado.

Nesta segunda edição do Seminário, o GEMMARX, através da Cultura e da Política na perspectiva marxiana, suscita novos temas e CONVIDA os militantes e lutadores sociais, pesquisadores em geral, grupos de pesquisa e estudantes de várias instituições de ensino superior, públicas e privadas, para realizarmos um debate, oportuno, profundo e democrático.

O GEMMARX segue seu rumo e seu compromisso epistemológico de um chamamento para aqueles que se inserem no lócus do pensamento crítico, embasado na teoria social marxiana e marxista e no objetivo da necessária e urgente análise acerca da realidade social quer seja global ou nacional ou regional, no caso do Maranhão. Afinal, na própria lição de Marx, devemos buscar…

Diretoria do SINPROESEMMA FAZ POLÍTICA PARTIDÁRIA USANDO A NOSSA CATEGORIA.

QUANDO FOI QUE A DIRETORIA DO SINPROESEMMA DISCUTIU COM OS PROFESSORES A CONSTRUÇÃO DO DOCUMENTO QUE ELES APRESENTARAM A UM CERTO CANDIDATO AO GOVERNO?

PLATAFORMA DOS TRABALHADORES DA EDUCAÇÃO



1. Aprovação imediata do Estatuto do Servidor


2. Concurso Público para todos os trabalhadores da Educação e nomeação dos excedentes do último concurso;


3. Concessão das Promoções, Progressões e Titulações;


4. Regularização de Concessão da Licença Prêmio;


5. Formação inicial e Continuada aos Educadores;


6. Ampliação do Programa Pró-Funcionário;


7. Regionalização da Assistência à Saúde;


8. Eleição Direta para Diretor de Escola;


9. Cumprimento da legislação vigente quanto ao limite de alunos em sala de aula;


10. Equiparação salarial aos Contratados;


11. Reajuste do Vale-Transporte;


12. Fim da Terceirização e Precarização das Relações de Trabalho;


13. Celeridade no processo;


14. Melhoria das condições de trabalho;


15. Cumprimento do Piso Salarial Nacional;


16. Elaboração do Plano Estadual de Educação


Atenção! Garant…

Diretoria do SINDEDUCAÇÃO CONSOLIDA CONQUISTAS PARA SEUS MEMBROS a CUSTA DA PERDA DE DIREITOS DA CATEGORIA.

Homologado acordo no TJ-MA entre a PGM e o SINDEDUCAÇÃO




Companheir@s, ontem, finalmente, foi homologado o acordo que terminou com a GREVE MUNICIPAL da EDUCAÇÃO.


Ainda não conseguimos ter acesso ao conteúdo da proposta homologada, entretanto, vamos continuar vigilantes e esperamos, dentro em breve, analisá-la minuciosamente para verificar se ela é a mesma que foi apresentada na assembleia do dia 31 de julho, no sindicato.

Infelizmente, toda a diretoria do SINDEDUCAÇÃO, por não ter COMPROMISSO ALGUM COM A NOSSA CATEGORIA, se quer teve o a PREOCUPAÇÃO DE DIVULGAR A HOMOLOGAÇÃO NO SITE DO SINDICATO.

Registramos ainda que, ao término desta semana, começaram a aparecer as razões, pelas quais, a DIRETORIA DO SINDEDUCAÇÃO TRAIU A LUTA DOS 6000 PROFESSORES MUNICIPAIS.


Identificamos que um parente da Presidente Lindalva Batista, foi agraciado com o cargo de diretor de uma das maiores escolas municipal.


Lindalva Lopes que é diretora de assuntos educacionais, foi agraciada duplamente, inicialmente foi…

ACORDO ENTRE GOVERNO E SINDEDUCAÇÃO SERÁ HOMOLOGADO QUANDO? A CATEGORIA JÁ VOLTOU AO TRABALHO!

Veja o que diz o COMUNICADO OFICIAL DO SINDICATO.

A Direção do SINDEDUCAÇÃO vem a público informar que, em assembléia geral realizada no dia 31 de julho de 2010, na sede do sindicato, foi deliberada, por maioria, a aceitação da pauta do acordo proposto pelo Município de São Luís/MA e, por consequência, o fim do movimento paredista. Da pauta de reivindicações que fundamentou a deflagração do movimento de greve, apenas o percentual de reajuste de vencimento não teve avanço, permanecendo em 8%. O acordo aprovado em assembléia será apresentado ao Tribunal de Justiça do Maranhão, e será subscrito pela Procuradoria Geral do Município e pelo SINDEDUCAÇÃO, devendo ser homologado em juízo.O SINDEDUCAÇÃO informa que a homologação do acordo judicial será informada através dos meios de comunicação.


Por fim, a Direção do SINDEDUCAÇÃO orienta a categoria a retornar ao trabalho após a divulgação da homologação do acordo em juízo.




São Luís, 31 de julho de 2010. A DIRETORIA.

Enquanto aqui a DIREÇÃO DO SINDICATO TRAI A CATEGORIA, OS PROFESSORES DE GOIÂNIA CONTINUAM NA LUTA.

Assembleia geral do Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Goiás (Sintego), na manhã desta segunda-feira, dia 2, decidiu pela continuidade da greve da rede municipal de ensino de Goiânia, iniciada no dia 20 de maio. Os trabalhadores defendem que a Prefeitura atenda às principais reivindicações da categoria: o cumprimento da lei federal 11.738/08, que regulamenta o Piso Salarial para os professores no valor de R$ 1.312,85 a partir de janeiro de 2010, e a aprovação de um plano de carreira dos administrativos revisado, que atenda às especificidades de todos, como, por exemplo, as dos auxiliares de atividades educativas.

NÃO DEIXEMOS A FARSA DA DIRETORIA PREJUDICAR TODA A NOSSA CATEGORIA!

Há mais de 76 dias, nós, trabalhadores da educação pública municipal, buscamos garantir direitos através da luta. Durante todo esse período acumulamos muitas angústias e insatisfações, diante da indiferença do Prefeito João Castelo, da insensibilidade dos 18 vereadores que aprovaram e ajudaram o executivo a impor o reajuste de 8% e do despreparo da Senhora Secretária Sueli Tonial, que demonstra não entender nada da política de financiamento da educação pública, entretanto, responde pela pasta da educação em São Luis.


Na assembleia da FETIEMA (24/06) a diretoria do sindicato defendeu, diante de mais de mil educadores, a suspensão da greve. A maioria absoluta dos educadores presentes decidiu continuar a greve, desconsiderando a defesa da diretoria, mesmo no período de férias. Nesta assembleia a diretoria se comprometeu a dar suporte ao movimento grevista. Na primeira quinzena de julho, com dificuldades, conseguimos resistir e realizar manifestações públicas, sendo a “caça ao José Serra”…

Reunião no SINDEDUCAÇÂO HOJE PELA MANHÃ

Companheir@s, conforme divulgado, hoje, dezenas de professores compareceram ao SINDEDUCAÇÃO, para tentar um diálogo com a diretoria do sindicato.

Adentramos o recinto, fizemos várias falas, solicitamos uma fala da presidente do sindicato, ela se negou, porém, o advogado Antônio Carlos, esteve conosco e disse que a diretoria não voltará atrás, na sua decisão. Este falou ainda que os associados têm todo o direito de tentar modificar a decisão da DIRETORIA. Para isso, decidimos, via abaixo-assinado, solicitar a realização de uma nova assembleia para analisarmos a decisão tomada, de forma unilateral, pelos dirigentes do sindicato.



Lá fizemos um requerimento, solicitando junto à presidente do sindicato, a listagem dos professores presentes na assembleia; as cédulas de votação que existiram, segundo o informe de um dos diretores em entrevista para o jornal o estado do MA e a filmagem realizada durante toda a assembleia.

Todos os professores presentes subscreveram o requerimento e nos dirigi…

professora REPUDIA A POSTURA DA DIRETORIA DO SINDEDUCAÇÃO.

Queridos colegas, não poderia deixar de emitir minha nota de repúdio ao Sindeducação sobre a Assembléia do dia 31 de julho, a saber:



Professora Lindalva e demais Membros da Presidência do Sindicato.


Não sou ligada a partido A, B ou de Pessoal C ou D? Sou um membro daqueles professores que estão na lista dos 361 das progressões verticais e que não teve seu voto computado sobre fim ou continuidade da greve, porque visualmente, não poderia ser visto ou contado, e , também não deliberei sobre as quantidades de parcelas que devem ser pagas para essas progressões. Por não ter sido vista e ouvida, uma vez que participei ativamente das reuniões e atos públicos desse movimento paredista, no qual a senhora também fez parte. Então, como posso aceitar passivamente essa condução do dia 31 de julho sobre o fim da greve? Se nem fui ouvida e nem vista, como também outros professores, pois visualmente a mesa não poderia contar o meu voto e nem daqueles outros professores? Por que após a sua retirada da …

Membro da diretoria do SINDEDUCAÇÃO evidencia a fraude na votação da assembleia.

Vejam só o que afirmou o Professor Paulo Diniz (membro do conselho fiscal do SINDEDUCAÇÃO), em entrevista ao jornal o estado do maranhão, publicado na edição de 01/08/2010.

Duas votações foram feitas. Uma delas antes da assembleia, na qual todos os professores preencheram uma cédula escolhendo TERMINAR ou NÃO A GREVE. Dos 430 presentes, 170 decidiram manter a paralisação e os  260 restantes votaram pelo fim da greve. Com base nesses dados, a DIRETORIA decretou o fim da paralisação.



DIANTE DESTA DECLARAÇÃO, PERGUNTA-SE QUANTOS PROFESSORES QUE PARTICIPARAM DESTA ASSEMBLEIA, TIVERAM ACESSO A ESSAS CÉDULAS? ESTÁ EXPLÍCITO QUE ELES ARMARAM UMA ESTRATÉGIA PARA FRAUDAR O RESULTADO DA ASSEMBLEIA.

Compareçam amanhã as 8h no SINDEDUCAÇÃO para exigirmos RESPEITO e uma nova assembléia, caso contrário, perderemos nossos direitos e a nossa dignidade será jogada na lama.

CONLUTAS, EM NOTA, DENUNCIA A POSTURA DA DIRETORIA DO SINDEDUCAÇÃO

DIREÇÃO DO SINDEDUCAÇÃO ATROPELA DECISÃO DA CATEGORIA E VENDE “O FIM DA GREVE” PARA CASTELO.




Ontem, 31 de julho, aconteceu a assembléia dos professores da rede municipal de ensino para apreciar a proposta de acordo realizado entre a prefeitura e a direção do sindicato. Tudo indicava que viria um golpe, pois as últimas rodadas de negociações foram realizadas as escondidas e sem a participação dos representantes de base escolhidos pela categoria. Apesar da tímida divulgação, quase quinhentos professores se deslocaram até a sede do sindicato, onde foi realizada a assembléia. Muitos não conseguiram sequer entrar devido à falta de espaço. Os primeiros 15 minutos foi concedido a um pastor, que pregava, tendenciosamente, o respeito às autoridades, por que, segundo ele, todas autoridades são escolhidas por Deus. Até carro da prefeitura foi visto na porta do sindicato “descarregando” supostos professores para participar da assembléia. Na entrada uma folha de assinatura em que qualquer um poder…

Vamos desconstruir a FARSA CRIADA PELA DIRETORIA DO SINDEDUCAÇÃO.

Companheiros, não deixemos barato o que essa diretoria PELEGA DO SINDEDUCAÇÃO fez com a nossa categoria ontem na assembleia, se eles assumiram compromisso  com o governo municipal, nós não. Eles ontem deram um tiro na cabeça ao informarem a sociedade que a GREVE ACABOU E QUE NÓS ACEITAMOS OS 8%, se essa MENTIRA PERMANECER, NÓS ESTAREMOS DESMORALIZADOS PERANTE A SOCIEDADE e isso não pode acontecer. VAMOS DESCONSTRUÍ-LA. Acessem o Blog do John Cutrim no site do jornal pequeno e comentem.

2ª feira vamos todos ao SINDEDUCAÇÃO e exigiremos explicações, nos encontraremos lá as 8h.Compareçam!

Juntos somos mais
Juntos somos muitos
Juntos somos FORTES.