Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2016

TJ-MA mantém suspensa a eleição do sinproesemma

JUSTIÇA MANTÉM A  SUSPENSÃO DO PROCESSO ELEITORAL NO SINPROESEMMA
O Desembargador Ricardo Duailibe, da 5ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Maranhão, manteve a decisão liminar concedida pela Juíza da 5ª Vara Cível de São Luís, que, no dia 15/12/2016, determinara a suspensão do processo eleitoral no sindicato. Segundo a decisão do desembargador, os argumentos lançados no recurso do SINPROESEMMA, “a prima facie, não são suficientes para alterar o entendimento esposado pelo Juízo de base, visto que o Magistrado a quo teve o cuidado de ponderar a probabilidade do direito alegado e o risco de dano irreparável consubstanciados na suposta nulidade da reforma do Estatuto do Agravante para realização da nova eleição”. E finalizou o desembargador relator: "Em face do exposto, indefiro o pedido de efeito suspensivo, mantendo a eficácia da decisão recorrida, ao menos até o julgamento de mérito deste recurso". Por um SINPROESEMMA Transparente, AUTÔNOMO e Combativo, avancemos na luta a…

Justiça suspende eleição do SINPROESEMMA

Senhores educadores,
comunicamos que a eleição do SINPROESEMMA foi suspensa por decisão judicial na tarde de hoje. Caso a diretoria do sindicato descumpra a referida decisão, a mesma NÃO TERÁ VALIDADE  e a entidade terá que pagar uma multa de 60 mil reais. Diante do exposto, esclarecemos que não são verdadeiras as informações divulgadas pelos diretores do sindicato a respeito dessa decisão.










Eleição ou FARSA no Sinproesemma?

CARTA ABERTA da CHAPA 2 AOS EDUCADORES DA BASE DO SINPROESEMMA
Companheiros, na conjuntura atual estamos assistindo ataques aos direitos da classe trabalhadora, frutos de lutas históricas, como as reformas da previdência e trabalhista, bem como a aprovação da famigerada PEC 55 que agravará o quadro minguado de investimentos destinados aos serviços públicos. Isso vai piorar ainda mais a vida da classe trabalhadora no Brasil. O quadro da educação pública será mais difícil ainda com a intensificação do seu sucateamento, congelamento do piso salarial dos professores, precarização dos serviços docentes, técnico educacionais, administrativos e auxiliares, uma vez que não se prevê mais realização de concursos e talvez nem seletivos, mas a substituição destes instrumentos por cooperativas, fundações, etc. Nesse contexto, a organização dos trabalhadores e suas entidades representativas passam a ocupar um papel estratégico no processo de luta em defesa da garantia desses direitos. Para tanto é fun…