Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março, 2014

Nota do SINPROESEMMA sobre os descontos INDEVIDOS do IMPOSTO SINDICAL

NOTA DO SINPROESEMMA SOBRE OS DESCONTOS INDEVIDOS DO IMPOSTO SINDICAL- PUBLICADA NO FACEBOOK
A juíza Luzia Neponucena, da 1ª Vara da Fazenda Pública, homologou (assinou) o acordo extrajudicial firmado entre o Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Estado do Maranhão (SINPROESEMMA) e o Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público do Estado do Maranhão, para que o dinheiro descontado indevidamente para o Sintsep, no ano passado, seja devolvido aos professores e especialistas em educação. Os valores da contribuição sindical para o Sintsep, retidos nos cofres do Estado, serão devolvidos aos servidores da educação, após a notificação da decisão da juíza.

Com a homologação do acordo extrajudicial, a juíza torna extinto o processo que resultou no desconto da contribuição sindical de 2014. Luzia Neponucena determina o envio de ofício à Secretaria de Estado da Gestão e Previdência, comunicando a “suspensão do desconto da Contribuição Sindical Anual (Imposto Sindical), relativa ao e…

A Gestão do prefeito Edivaldo Holanda ( PTC/PCdoB) na educação de São luis é ineficiente

Não é de hoje que semanalmente acompanhamos nos jornais e nas redes sociais muitas denuncias sobre os problemas que afetam a educação pública em todo o nosso estado e país. Em São Luís o cenário não é diferente e mesmo com a mudança de prefeito, ele não foi muito alterado, pois a rede municipal de ensino ainda convive com graves problemas. As aulas foram reiniciadas em fevereiro e até hoje um grande numero de escolas está funcionando precariamente em função de vários problemas, dentre eles destacamos:

- Quadro de gestores escolares  99,99% INDICADO por apadrinhamento político, sendo que um número considerável destes sequer possui habilitação para exercer a função; - Inexistência de transparência nas ações da SEMED no que diz respeito a nomeação dos cargos de confiança e na aplicação dos recursos do FUNDEB, PNAE (alimentação escolar), PNATE (transporte escolar), EJA e outros;
- Precarizou o trabalho docente ao optar por seletivo ao invés de realizar concurso público para contratar professo…

Prefeito deixa a desejar na condução da educação de são luis.

Em encontro recente com os gestores da rede municipal de ensino de São Luis, vejam só o recadinho requentado do secretário Geraldo Castro, para os professores:

elencou as iniciativas que beneficiam diretamente os docentes, como o pagamento das progressões verticais de 2010, 2011 e 2012, compromisso firmado e realizado pela gestão do prefeito Edivaldo Holanda Júnior, além da garantia do 1/3 de hora atividade e do reajuste de 9,5% nos salários dos professores, um dos maiores percentuais em toda a história da educação municipal.

Fonte:http://www.saoluis.ma.gov.br/frmNoticiaDetalhe.aspx?id_noticia=8288

Nós professores não devemos esquecer que a gestão do prefeito Edivaldo Holanda descumpre a lei do PISO, ainda não garantiu a implementação do 1/3 de hora atividade para todos os professores, a maioria das escolas sofre com problemas pontuais, tais como: falta de água, livros, materiais de expediente básicos, segurança, reformas inacabadas,etc. Destacamos ainda outros dois grandes problemas: O …

Alô professor! Vem aí a greve nacional da educação básica convocada pela CNTE.

A CNTE convoca mobilização nacional para os dias 17, 18 e 19 de março. Trabalhadores em educação vão parar o Brasil para exigir o cumprimento da lei do piso, carreira e jornada, investimento dos royalties de petróleo na valorização da categoria, votação imediata do Plano Nacional de Educação, destinação de 10% do PIB para a educação pública e contra a proposta dos governadores e o INPC. 

CONSIDERAÇÕES DO MRP:


No que pese as diferenças que temos de concepção do movimento nacional e de composição da pauta definida pela diretoria da Confederação Nacional dos Trabalhadores da Educação- CNTE, acreditamos que é no mínimo estranho a postura da diretoria do SINPROESEMMA e do SINDEDUCAÇÃO que, sem mais nem menos, resolveu priorizar interesses  outros e numa ação conjunta, viraram as costas para essa manifestação nacional. Estamos ha menos de 10 dias do inicio da GREVE NACIONAL e até o presente momento nenhuma das duas direções sindicais realizou mobilização dos professores ou convocou algum fóru…

A diretoria do SINPROESEMMA serve a quem mesmo?

A diretoria do SINPROESEMMA está a serviço de quem mesmo? Os mais recentes e comentados pleitos dos professores da rede estadual são: A devolução dos descontos indevidos feitos em nome do SINTSEP e o cumprimento do artigo 32 do NOVO estatuto do magistério, que diz respeito ao reajuste anual, sendo que este deveria ter sido concedido em janeiro. Em relação a estes dois pleitos a diretoria do SINPROESEMMA se limitou a soltar notinhas em seu site com informações duvidosas para nossa categoria. Infelizmente, nenhum contraponto foi feito às ações do governo estadual, que tanto tem prejudicado os professores, o que é de se estranhar, pois afinal de contas, a atual diretoria do sindicato se vende como oposição ao governo. Em relação ao reajuste do magistério, vejam só a nota que foi publicada no portal do governo do estado:
NOTA DE ESCLARECIMENTO DA SEGEP
A Secretaria de Estado da Gestão e Previdência Segep esclarece que a implantação da Tabela de 2014 do Plano Geral de Cargos e Carreiras do …