Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2014

Alô professor, demais profissionais da educação e sociedade em geral! Vem aí a 1ª MARCHA EM DEFESA DA ESCOLA PÚBLICA MUNICIPAL DE SÃO LUIS.

O Governo Edivaldo Holanda Jr (PTC/PCdoB) mascara a realidade da educação municipal, mas o MRP mostra a verdade nua e crua.

Vejam a realidade de uma sala de aula do anexo UNIÃO DE MORADORES DA UEB HENRIQUE DE LA ROQUE ALMEIDA - Vila Embratel, durante uma chuva. Observem as condições em que professores e crianças estão jogadas pelo governo que dizia representar a mudança.

CARTA ABERTA AOS PROFESSORES DA REDE MUNICIPAL DE ENSINO DE SÃO LUIS.

CARTA ABERTA AOS PROFESSORES DA REDE MUNICIPAL DE ENSINO DE SÃO LUIS

Companheri@s, provavelmente hoje, tomaremos a mais importante decisão coletiva da nossa categoria, em 2014. Porém, antes é necessário analisar o que aconteceu na campanha salarial de 2013 e fazer uma leitura mais apurada da conjuntura atual que nos cerca, pois os desdobramentos da decisão que tomaremos alcançarão todos os professores da rede, a partir de então. RETROSPECTVA 2013 e CONJUNTURA ATUAL Ano passado, a diretoria do SINDEDUCAÇÃO trabalhou em parceria com a prefeitura numa negociação que culminou na aprovação, em assembleia, de um acordo que contemplava o percentual de reajuste e a promessa da garantia da regularização funcional dos educadores. Naquela ocasião a diretoria do sindicato festejou e o professorado comemorou achando que tinha feito a melhor escolha. Hoje sabemos que parte do que foi prometido ainda não foi cumprido e o que é pior, o percentual de reajuste de 9,5% que seduziu o professorado, serviu mu…

Bomba, bomba, bomba! Diretoria do SNPROESEMMA (PCdoB) ferra com os professores para se dar bem.

Na época da aprovação do novo ESTATUTO DO MAGISTÉRIO o MRP denunciou exaustivamente o GOLPE QUE ESTAVA POR TRÁS DESSA MANOBRA. Infelizmente a categoria não nos ouviu. Agora eis que a verdade surge.


Apresentamos abaixo as expressivas perdas impostas aos PROFESSORES em razão da formulação de acordos, já homologados pelos juízes, entre o Sinproessema e o Estado do Maranhão, nos autos da ação coletiva 14440/2000, Terceira Vara da Fazenda Pública da Comarca de São Luis, e no mandado de segurança 20700/2000, Tribunal de Justiça do Maranhão.


A diretoria do SNPROESEMMA (PCdoB), em troca da aprovação do novo Estatuto do Magistério, DESISTIU da OBRIGAÇÃO DE FAZER em ambos processos, o que significa deixar de implementar, nos vencimentos dos educadores, percentual correspondente à lesão provocada pela COMPRESSÃO da tabela de vencimentos ao longo do tempo e pela redução do índice apurado pelo Governo José Reinaldo.







No final do ano passado, a CONTADORIA DO FÓRUM apurou que a diferença salarial no …