Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2013

Professor/a, conheça os meandros da proposta do ESTATUTO DO EDUCADOR defendida pela diretoria do sindicato. O que fazer diante disso?

Companheir@s, nos últimos dias o cenário em torno do debate entre sindicato e governo sobre a reestruturação da carreira dos profissionais da educação foi parcialmente modificado, na medida em que, a diretoria do SINPROESEMMA foi obrigada a apresentar a PROPOSTA DE ESTATUTO DO EDUCADOR que ela defende. Atenção! Só este ano o site do sindicato já disponibilizou 2 versões desse documento.  Agora o cenário é outro, pois o debate no seio da nossa categoria passa a ser pautado a partir da versão negociada (SEDUC/ SINPROESEMMA)-24/09/2012. Esta proposta está estruturada em 72 artigos e 7 anexos. Após uma análise minuciosa dessa proposta identificamos questões centrais que entendemos ser necessário rediscuti-las urgentemente, por conta dos malefícios que elas representam. Temos que agir rápido, antes da sua transformação na lei que vai regular o exercício profissional de todos os integrantes da nossa categoria, daqui por diante, caso contrario nos preparemos para os prejuízos imediatos e fut…

Educador/a, veja videos da audiência que debateu a PROPOSTA DE ESTATUTO DO EDUCADOR na ASSEMBLEIA LEGISLATIVA

Vídeo com a fala do prof. Antonísio



Vídeo com a fala do prof. Marcelo



Membros do MRP/ASPEMA evidenciam pontos negativos da proposta de novo estatuto e apelam para que os mesmo sejam rediscutidos. (já já mais videos serão publicados)


No vídeo acima o diretor do SINPROESEMMA Odair Jose fala sobre a política salarial que a diretoria do sindicato defende.

A política salarial do ESTATUTO DO EDUCADOR defendido pela diretoria do SINPROESEMMA ferra com o educador.

CARTA ABERTA AOS EDUCADORES DA REDE ESTADUAL DE ENSINO

COMPANHEIROS EDUCADORES,

                Nos dias 23, 24 e 25 de abril acontece a greve nacional da educação básica pública, que tem como pauta central a garantia do piso, da carreira e da jornada de trabalho. O MRP -Movimento de Resistência dos Professores e a ASPEMA - Associação dos Profissionais em Educação do Maranhão convocam todos os educadores das redes estadual e municipais, a paralisar suas atividades durante esses três dias para participar desse momento de luta nacionalmente unificada, uma vez que a governadora Roseana Sarney, o prefeito Edivaldo Holanda e todos os seus pares não cumprem a Lei Federal nº 11.738/08 (Lei do Piso). Contudo, ressaltamos que a rede estadual vive um momento específico, pois a diretoria do SINPROESEMMA (PCdoB/CTB) deliberou greve por tempo indeterminado, com início dia 23.04, portanto coincidindo com a paralisação nacional. Com base nessa realidade, o MPR e a ASPEMA informam, oficialmente, que nã…