Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março, 2016

Diretoria do sinproesemma foge da assembleia regional de São Luis

O vídeo acima mostra o momento em que o Presidente do SINPROESEMA E OS DEMAIS DIRETORES DO SINDICATO se retiram da assembleia para evitar que os professores de São Luis deliberassem por ações mais contundentes contra o governo de Flavio Dino ( PCdoB ), em função do seu total desrespeito à educação e os direitos dos educadores. Esta ação da diretoria do sindicato fracassou, pois mesmo com sua ausência, os professores permaneceram na assembleia e decidiram paralisar suas atividades na terça feira (22/03) e farão, na ocasião, um dia de protesto em frente ao Palácio dos |Leões. É nesse ato que os educadores irão aguardar o resultado da reunião que acontece nesse dia, entre governo e representantes do sindicato. Diante das respostas que virão dessa reunião, a categoria vai decidir nesse dia quais medidas tomará no sentido de intensificar a luta em defesa do seu reajuste integral de 11,36%, melhores condições de trabalho e demais direitos.

Panfleto do MRP usado na semana de luta

FLÁVIO DINO E EDIVALDO HOLANDA DESCUMPREM A LEI DO PISO E DÃO CALOTE NOS EDUCADORES MOVIMENTO DE RESISTÊNCIA DOS PROFESSORES-M.R.P São Luís - MA, Março de 2016. http://mrp-maranhao.blogspot.com.br/

Mais uma vez os educadores do Maranhão são vítimas das ações descomprometidas dos governos estadual e municipal, em que direitos fundamentais para a qualificação da Educação Pública do Estado/Município passam a ser violados promovendo uma situação de descaso e de aprofundamento da política de precarização do ensino público. De mãos dadas, os governos estadual e municipal de São Luís, desde Janeiro insistem no total descumprimento da recomposição salarial prevista nos estatutos do Magistério e Lei do Piso. Na verdade, essas ações demonstram um total descaso com a melhoria da Educação no Estado, visto que os argumentos utilizados para o descumprimento das leis que garantem os diretos dos educadores não passam de palavras inconsistentes e sem nenhuma comprovação concreta. Segundo o argumento do g…

Sem sindicatos educadores fazem a luta em defesa dos seus direitos

Professores das redes estadual e municipal de ensino em São Luís se rebelam contra as diretorias pelegas do SINPROESEMMA e SINDEDUCAÇÃO, atendem o chamamento do MOVIMENTO DE RESISTÊNCIA DOS PROFESSORES-MRP, ocupam as ruas e protestam contra as políticas de arrocho salarial, negação de direitos e de desmonte da educação publica, patrocinadas pelo governador Flávio Dino (PCdoB) e o prefeito Edivaldo Holanda (PDT), na tarde do dia 15 de março.

Ao longo da caminhada vários professores fizeram falas de repúdio às posturas das diretorias do SINPROESEMMA E SINDEDUCAÇÃO, EM FUNÇÃO DAS RELAÇÕES QUE ESTAS MANTEM COM OS GOVERNOS.


Tambem manifestaram grande insatisfação com as suas condições de trabalho, bem como explicitaram sua total indignação com a decisão dos dois governos em descumprir a Lei do PISO, o estatuto do magistério e o acordo judicial que garante o pagamento das progressões.


A caminhada em defesa da escola publica e dos direitos dos educadores foi embalada por muitos gritos de guerra…

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Companheir@,
seja você um educador(a) da REDE ESTADUAL ou de uma das 217 REDES MUNICIPAIS DE ENSINO do estado, saiba que a greve nacional da educação puxada pela CNTE, tem como objetivo paralisar as atividades escolares em todas as redes de ensino público da educação básica do país, na próxima semana.
Nesse sentido um esclarecimento é necessário: A greve nacional deve contar com a participação de todos os trabalhadores da educação, ou seja, professores e demais funcionários da escola.
No plano Nacional as bandeiras centrais da luta capitaneada pela CNTE, são as seguintes:
1.PELO CUMPRIMENTO DA LEI DO PISO; 2.CONTRA A TERCEIRIZAÇÃO; 3.CONTRA A ENTREGA DAS ESCOLAS ÀS ORGANIZAÇÕES SOCIAIS (OS); 4.CONTRA O PARCELAMENTO DE SALÁRIOS; 5.CONTRA A MILITARIZAÇÃO DAS ESCOLAS PÚBLICAS; 6.CONTRA A REORGANIZAÇÃO DAS ESCOLAS.
No plano Estadual e Municipal (São Luís) as bandeiras de LUTA são praticamente as mesmas, pois o governador Flávio Dino (PCdoB) e o prefeito Edivaldo Holanda Jr (PDT) trabalham em parcer…

Programação da SEMANA DE LUTA DOS EDUCADORES MARANHENSES

Educador(a),  
direito se DEFENDE E CONQUISTA É NA LUTA!



Veja as atividades na AGENDA DE LUTA e PARTICIPE.

DIA ATIVIDADE 2ª feira (14/03) REUNIÃO DAS EQUIPES DE MOBILIZAÇÃO PARA CONSTRUÇÃO DA SEMANA DE LUTAS. LOCAL: SINDICATO DOS BANCÁRIOS, A PARTIR DAS 9h DA MANHÃ. 3ª feira (15/03) 1ª CAMINHADA EM DEFESA DA EDUCAÇÃO PÚBLICA. Concentração na Praça da Igreja Católica do São Francisco, a partir das 15h. 4ª feira (16/03) SEGUIR A PROGRAMAÇÃO DOS SINDICATOS: (SINPROESEMMA/SINDEDUCAÇÃO) 5ª feira (17/03) SEGUIR A PROGRAMAÇÃO DOS SINDICATOS: (SINPROESEMMA/SINDEDUCAÇÃO) 6ª feira (18/03) PLENÁRIA SOBRE FUNDEB E A ORGANIZAÇÃO DA LUTA EM DEFESA DOS  DIREITOS DOS EDUCADORES Local: SINDICATO DOS BANCÁRIOS, A PARTIR DAS 17H

Atenção! As atividades propostas na agenda acima, contam com a participação dos professores das redes Estadual e Municipal.

AGENDA da GREVE NACIONAL DA EDUCAÇÃO

Educador(a), compartilhe nossa agenda em sua escola, mobilize seus pares e venham  participar das atividades da SEMANA DE LUTA.
DIANTE DA POSTURA DO GOVERNO QUE INSISTE EM NEGAR NOSSOS DIREITOS, É NECESSÁRIO DEMONSTRAR INSATISFAÇÃO COM ESSA SUA OPÇÃO. 
NESSE SENTIDO O MRP CONCLAMA OS EDUCADORES PARA SUSPENDEREM SUAS ATIVIDADES LABORAIS NAS SUAS ESCOLAS, DURANTE TODA A SEMANA DE LUTA.

Atenção! Sugerimos que nas demais localidades do ESTADO o professorado suspenda as atividades escolares, realize debates com a comunidade escolar e também realize protestos públicos contra essa ação de desvalorização do trabalho docente patrocinada, principalmente, pelo governo do estado.





O Problema é grave e a solução pode ser encontrada na GREVE