Pular para o conteúdo principal

A GREVE CONTINUA!

O Comando de Greve, faz uso temporário deste espaço, apenas pela facilidade do contato.

Em assembleia hoje, no CEGEL, a categoria decidiu permanecer no movimento paredista, por entender que pressões e ameaças não podem nos impedir de lutar por nossos direitos.

Foi uma decisão de muita coragem, e tomada após muitas ponderações das centenas de profissionais da educação lá presentes. Ficou decido:

- A greve continua;
-Nesta quinta, mobilização nas escolas;
- Ingresso na justiça sobre o assédio moral sofrido pelos professores nas escolas;
- Ato na sexta pela manhã, 8:00, concentração praça deodoro, desta vez a passeata passará também pelo sinproesemma.

Movimento grevista se faz nas ruas e a defesa de nossos direitos nos faz lutar, por isso, vamos às ruas, mostrar ao Governo e à direção do sindicato que nossa coragem é maior.

Ficou claro para todos na assembleia, que o oponente é forte, mas também nós. Temos tanta força que querem nos abafar de todas as formas. A greve, contudo, é construída com a força e ajuda de cada um, juntos, na escola mobilizando e nas ruas, nos atos. Esta pressão é muito importante.


Se precisarmos de visitas dos companheiros, mande um email dizendo a hora e o local.
Se pelas pressões alguns colegas resolverem voltar, devemos mostrar a importância da luta
 A pressão negativa do governo faz parte do movimento de greve;
A postura da direção do sindicato será questionada nas ruas e também na justiça;

O Comando de Greve.

Comentários

Anônimo disse…
Quanta indignação pude perceber em cada face, em cada palavra, em cada gesto manifestados a partir das pressões que sofremos durante esses dois dias pelo governo, diretores e a mídia sarneísta. Querem nos calar, amordaçar, mas nem isso conseguirão. Os professores a cada dia dão verdadeiro exemplo de coragem e determinação. Parabéns, heróis da resistência!
Eliomar - Cohab
Anônimo disse…
Caros colegas!
Prestem atenção!!

("O Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Maranhão (Sinproesemma) realiza dia 10 de novembro (terça-feira), das 8 horas às 18 horas, no Sands Hotel (antigo La Ravardière), São Francisco, seminário com o objetivo de discutir a reformulação do Estatuto do Magistério, que com a inclusão dos funcionários de escola passa a ser Estatuto do Educador e conterá o PCCS (Plano de Cargos, Carreira e Salários).
O seminário terá a participação de dois representantes por escola, sendo um professor e um funcionário não-docente, escolhidos em reuniões específicas. A pré-inscrição junto à secretaria de Assuntos Educacionais deverá ocorrer até o dia 6 de novembro (sexta-feira). A expectativa é que o evento reúna cerca de 300 pessoas.
Na pauta, temas relevantes como os “Novos parâmetros nacionais para os Planos de Carreiras para os trabalhadores da Educação”, a ser apresentado pelo secretário de política sindical da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação, Ruy Oliveira, e a “Proposta de Reformulação do Estatuto do Educador Estadual”, elaborada pelo Sinproesemma e apresentada pelo professor Odair José, secretário de políticas educacionais.
O seminário vai aprofundar a discussão com a categoria sobre a reformulação do Estatuto do Educador, que foi apresentado pelo Sinproesemma ao governo do Estado após uma série de reuniões e seminários realizados desde o segundo semestre do ano passado.
No último dia 27 de outubro, foi aberta a discussão com o governo do Estado sobre o Estatuto do Educador e o Plano de Cargos, Carreira e Salários (PCCS) da categoria. E para hoje (dia 3 de novembro) foi programada outra reunião na qual deverão ser definidos cronograma e etapas da elaboração do projeto de lei que deverá ser votado pela Assembleia Legislativa.

PROGRAMAÇÃO DO SEMINÁRIO SOBRE O ESTATUTO PLANO DE CARREIRA

8h00 - Credenciamento
8h30 - Abertura
9h00 - Palestra: Novos parâmetros nacionais para os planos de Carreiras para os trabalhadores em Educação – Ruy Oliveira – Secretário de Política Sindical do CNTE.
12h00 - Almoço
14h00 - Palestra: Proposta de Reformulação do Estatuto do Magistério Estadual – professor Odair José.
17h00 - Encerramento")

Que tal uma manifestação do MRP nesse dia e local!!!???

Mostrar pra eles!!

Quimica-Turu!!
Anônimo disse…
Julio Guterres, em entrevista à rádio mirante, 04/11, no programa Ponto final, do roberto Fernandes, deixou bem claro que é um seminario e não tem cartáter deliberativo.

Então fica uma dúvida, as pessoas que irão participar, serão meros espectadores, e a proposta será apenas mostrata mas não questionada? Sugestões de muadança como serão acatadas. E a categoria, como dará o aval para esta pseudo-proposta?
Anônimo disse…
Suspeito que lá eles apenas farão a defesa do estatuto do educador, que já está pronto, não sabemos quem o construiu e farão de tudo para convencer os educadores de que este é o melhor para a categoria. Quem for participar, deve perguntar se eles possuem uma proposta de PCCR e peçam para que eles a apresentem.
Anônimo disse…
Valorosos colegas,estamos de parábens por demonstrar determinação e coragem para lutar apesar das pressões que são inerentes a ess situação,no entanto precisamos continuar a visita às escolas nesse momento crítico pois existe muita falta de informação, que,no meu entendimento é algo deliberado e que interessa aos "governos",na COHAB,a Escola Júlio de Mesquita voltou a funcionar.Não podemos desistir jamais do nosso objetivo que é a de uma Educação verdadeiramente de qualidade.
Continuemos a luta até a vitória
Marcos Abreu disse…
Estou com vocês, divulguei a notícia em meu blog de informática para que todos fiquem sabendo da sacanagem que o governo e o sindicato fazem.

Marcos Abreu
web-dicas-info.blogspot.com

Postagens mais visitadas deste blog

Professora desmascara a propaganda do "governo da Mudança"

Neste vídeo a VERDADE sobre a realidade salarial dos educadores da rede estadual é revelada. Somente na propaganda do governo existe valorização dos educadores. Assista ao vídeo integralmente e conheça a triste situação dos professores.

Flávio Dino tem reajuste salarial e servidores estaduais, NÃO.

Onde está a Mudança?

O governo do Maranhão usa da desculpa de crise financeira e vem, há dois anos, arrochando os salários de milhares de servidores estaduais e negando seus direitos. Os professores ficaram sem ter o reajuste dos seus VENCIMENTOS em 2016 e 2017. Os professores em regime de C.E.T (CONDIÇÃO "ESPECIAL" DE TRABALHO) recebem essa gratificação CONGELADA desde fevereiro de 2015. Os funcionários administrativos, operacionais e outros, da SEDUC e das outras secretarias estão lutando para garantir, este ano, o reajuste de 6,3%, pois em 2016 não tiveram reajuste algum.



Na contramão do discurso de crise financeira e agindo  na surdina, a assembleia legislativa concedeu no último mês de fevereiro reajuste salarial, SEM PARCELAMENTO, para o governador, o vice-governador e todo o secretariado.  
Em 2017 seus novos subsídios são:
Governador: R$ 15.915,40         (16,9 SM);
Vice-governador: R$ 14.198,18 (15,1 SM);
Secretários: R $ 11.154,24          (11,9 SM).
Observação: SM = SALÁ…

O governador do Maranhão usa MP para descumprir lei estadual.

Não satisfeito em IGNORAR O ESTATUTO DO MAGISTÉRIO, A LEI DO PISO e deixar os educadores da REDE ESTADUAL sem REAJUSTE SALARIAL em 2016, o governador Flávio Dino resolveu inovar e, em 2017, lançou mão de uma Medida Provisória para burlar o estatuto dos profissionais do magistério.
Educador(a), entre em contato com o/a deputado/a da sua região, peça seu apoio e diga a ele/ela que somos contra a MP 230,  da forma que foi proposta. Queremos que o governador CUMPRA o Estatuto do Magistério. Quando definirem o dia dessa votação, vamos mobilizar nossa categoria para LOTAR a Assembleia Legislativa. 
Educadores de todo o estado precisam comparecer e lutar contra a aprovação dessa MP.
NO DIA DA VOTAÇÃO DA MP 230/17 QUE VIOLA O ESTATUTO DO MAGISTÉRIO  (Lei nº 9.860/2013), OS DEPUTADOS VOTARÃO aFAVOR (F)ou CONTRA (C)  A Educação e os EDUCADORES???
A MP 230/17 SERÁ VOTADA AMANHÃ NA COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO         E JUSTIÇA - CCJ. Seus membros titulares são:
Presidente; Prof Marco Aurélio
Relator; Dr L…