Pular para o conteúdo principal

PROFESSORES DA REDE MUNICIPAL DECIDEM PELA PARALISAÇÃO DE 48H

Em assembléia geral realizada dia 10 de abril (sábado), na sede do SINDEDUCAÇÃO, os professores da rede municipal de São Luis decidiram pela paralisação de advertência de 48 horas para os dias 14 e 15 de abril. O sindicato com o apoio da categoria denuncia a morosidade da prefeitura em finalizar a negociação da pauta de reivindicação dos professores de 2009 e iniciar imediatamente a de 2010.



A reunião que aconteceu com a nova Secretária de Educação, Suely Tonial, no último dia 8 de abril, avançou em alguns pontos da pauta de 2009.A SEMED já publicou a relação das progressões vertical e horizontal para pagamento imediato. Outros pontos importantes como retificação de enquadramento dos servidores que fizeram solicitação, adicional por titulação 2009, difícil acesso 2009/2010 e retificação da jornada de trabalho de 20 para 24 horas já estão em fase de conclusão e reestruturação da CAPEM com a representatividade do sindicato. No entanto, toda a campanha salarial 2010 está ameaçada razão pela qual a categoria optou pela paralisação.



O SINDEDUCAÇÃO está divulgando a agenda de paralisação da seguinte forma: dia 14/04 a concentração será em frente da prefeitura de São Luis. Dia 15, os professores farão a manifestação em frente à Câmara Municipal. A concentração está marcada para as 8 horas. A próxima rodada de negociação com a SEMED está marcada para 19/04. “ A Diretoria do SINDEDUCAÇÃO deu todas as oportunidades para a SEMED buscar a negociação. Se a situação chegou a esse ponto deve-se exclusivamente à falta de compromisso da prefeitura com a educação pública de São Luis. Vamos paralisar agora por 48 horas, mas se as coisas continuarem como estão a tendência é a greve geral por tempo indeterminado, disse a profª Lindalva Batista, presidente do sindicato.



Fonte: SINDEDUCAÇÃO

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Professora desmascara a propaganda do "governo da Mudança"

Neste vídeo a VERDADE sobre a realidade salarial dos educadores da rede estadual é revelada. Somente na propaganda do governo existe valorização dos educadores. Assista ao vídeo integralmente e conheça a triste situação dos professores.

Flávio Dino tem reajuste salarial e servidores estaduais, NÃO.

Onde está a Mudança?

O governo do Maranhão usa da desculpa de crise financeira e vem, há dois anos, arrochando os salários de milhares de servidores estaduais e negando seus direitos. Os professores ficaram sem ter o reajuste dos seus VENCIMENTOS em 2016 e 2017. Os professores em regime de C.E.T (CONDIÇÃO "ESPECIAL" DE TRABALHO) recebem essa gratificação CONGELADA desde fevereiro de 2015. Os funcionários administrativos, operacionais e outros, da SEDUC e das outras secretarias estão lutando para garantir, este ano, o reajuste de 6,3%, pois em 2016 não tiveram reajuste algum.



Na contramão do discurso de crise financeira e agindo  na surdina, a assembleia legislativa concedeu no último mês de fevereiro reajuste salarial, SEM PARCELAMENTO, para o governador, o vice-governador e todo o secretariado.  
Em 2017 seus novos subsídios são:
Governador: R$ 15.915,40         (16,9 SM);
Vice-governador: R$ 14.198,18 (15,1 SM);
Secretários: R $ 11.154,24          (11,9 SM).
Observação: SM = SALÁ…

O governador do Maranhão usa MP para descumprir lei estadual.

Não satisfeito em IGNORAR O ESTATUTO DO MAGISTÉRIO, A LEI DO PISO e deixar os educadores da REDE ESTADUAL sem REAJUSTE SALARIAL em 2016, o governador Flávio Dino resolveu inovar e, em 2017, lançou mão de uma Medida Provisória para burlar o estatuto dos profissionais do magistério.
Educador(a), entre em contato com o/a deputado/a da sua região, peça seu apoio e diga a ele/ela que somos contra a MP 230,  da forma que foi proposta. Queremos que o governador CUMPRA o Estatuto do Magistério. Quando definirem o dia dessa votação, vamos mobilizar nossa categoria para LOTAR a Assembleia Legislativa. 
Educadores de todo o estado precisam comparecer e lutar contra a aprovação dessa MP.
NO DIA DA VOTAÇÃO DA MP 230/17 QUE VIOLA O ESTATUTO DO MAGISTÉRIO  (Lei nº 9.860/2013), OS DEPUTADOS VOTARÃO aFAVOR (F)ou CONTRA (C)  A Educação e os EDUCADORES???
A MP 230/17 SERÁ VOTADA AMANHÃ NA COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO         E JUSTIÇA - CCJ. Seus membros titulares são:
Presidente; Prof Marco Aurélio
Relator; Dr L…