Pular para o conteúdo principal

Professor da rede estadual conheça sua nova tabela salarial.

Cargo
Classe
Refer.
Vencimento
GAM 75%
Remuneração
Professor  I
A
1
848,69
636,52
1.485,21
2
874,15
655,61
1.529,76
B
3
900,38
675,29
1.575,67
4
927,38
695,54
1.622,92
C
5
955,21
716,41
1.671,62
6
983,86
737,90
1.721,76
Cargo
Classe
Refer.
Vencimento
GAM 104%
Remuneração
Professor  II
A
1
887,93
923,45
1.811,38
2
923,45
960,39
1.883,84
B
3
960,39
998,81
1.959,20
4
998,80
1.038,75
2.037,55
C
5
1.038,76
1.080,31
2.119,07
6
1.080,31
1.123,52
2.203,83
Professor  III
A
1
1.081,25
1.124,50
2.205,75
2
1.135,31
1.180,72
2.316,03
B
3
1.192,08
1.239,76
2.431,84
4
1.251,69
1.301,76
2.553,45
C
5
1.314,27
1.366,84
2.681,11
6
1.379,99
1.435,19
2.815,18
7
1.448,99
1.506,95
2.955,94

Essa tabela entrará em vigor no dia em que a governadora Roseana Sarney resolver cumprir o que determina o novo ESTATUTO DO MAGISTÉRIO ( LEI nº 9860/13), em seu artigo 32, que diz:

"O Poder Executivo procederá aos ajustes dos valores do
vencimento do Subgrupo Magistério da Educação Básica no mês de janeiro,
no percentual do Piso Salarial Profissional Nacional do Magistério."

O mês de janeiro já se foi e reajuste que é bom, nada! Enquanto o governo do estado desconhece o que determina a lei, a diretoria do SINPROESEMMA faz  corpo mole e assim os professores seguem, mais uma vez, acumulando perdas salariais  e os dissabores gerados pela falta de respeito e zelo para com seus direitos. Enquanto isso, governo e diretoria do SINPROESEMMA andam de mãos dadas evidenciando a parceria que só objetiva aprofundar a política de desvalorização dos professores da rede estadual. 

Comentários

waltermarques disse…
Nenhum professor ganha R$ 3.000,00 no último estágio da carreira. Que coisa ridícula!!!!
essa é nossa triste realidade depois de 25 anos de serviço. Infelizmente temos que creditar parte dessa responsabilidade à nossa propria categoria, isso em função da postura que a maioria assume no que diz respeito à luta em defesa dos nossos direitos.
Marcelino disse…
Há alguma reunião agendada para os professores do MRP/Aspema para colocar os informes em dia? Há muito a ser debatido/esclarecido: a municipalização das escolas do Maiobão, o fato de que muitos professores não ganharam progressão, as ações que correm na justiça sobre perdas do governo Zé Reinaldo, etc.
Marcelino, estamos programando essa reunião para a semana em que retornaremos às escolas. Fiq atento, pois vamos divulgá-la nas redes sociais e tb aqui no blog.

Postagens mais visitadas deste blog

Professora desmascara a propaganda do "governo da Mudança"

Neste vídeo a VERDADE sobre a realidade salarial dos educadores da rede estadual é revelada. Somente na propaganda do governo existe valorização dos educadores. Assista ao vídeo integralmente e conheça a triste situação dos professores.

Flávio Dino tem reajuste salarial e servidores estaduais, NÃO.

Onde está a Mudança?

O governo do Maranhão usa da desculpa de crise financeira e vem, há dois anos, arrochando os salários de milhares de servidores estaduais e negando seus direitos. Os professores ficaram sem ter o reajuste dos seus VENCIMENTOS em 2016 e 2017. Os professores em regime de C.E.T (CONDIÇÃO "ESPECIAL" DE TRABALHO) recebem essa gratificação CONGELADA desde fevereiro de 2015. Os funcionários administrativos, operacionais e outros, da SEDUC e das outras secretarias estão lutando para garantir, este ano, o reajuste de 6,3%, pois em 2016 não tiveram reajuste algum.



Na contramão do discurso de crise financeira e agindo  na surdina, a assembleia legislativa concedeu no último mês de fevereiro reajuste salarial, SEM PARCELAMENTO, para o governador, o vice-governador e todo o secretariado.  
Em 2017 seus novos subsídios são:
Governador: R$ 15.915,40         (16,9 SM);
Vice-governador: R$ 14.198,18 (15,1 SM);
Secretários: R $ 11.154,24          (11,9 SM).
Observação: SM = SALÁ…

O governador do Maranhão usa MP para descumprir lei estadual.

Não satisfeito em IGNORAR O ESTATUTO DO MAGISTÉRIO, A LEI DO PISO e deixar os educadores da REDE ESTADUAL sem REAJUSTE SALARIAL em 2016, o governador Flávio Dino resolveu inovar e, em 2017, lançou mão de uma Medida Provisória para burlar o estatuto dos profissionais do magistério.
Educador(a), entre em contato com o/a deputado/a da sua região, peça seu apoio e diga a ele/ela que somos contra a MP 230,  da forma que foi proposta. Queremos que o governador CUMPRA o Estatuto do Magistério. Quando definirem o dia dessa votação, vamos mobilizar nossa categoria para LOTAR a Assembleia Legislativa. 
Educadores de todo o estado precisam comparecer e lutar contra a aprovação dessa MP.
NO DIA DA VOTAÇÃO DA MP 230/17 QUE VIOLA O ESTATUTO DO MAGISTÉRIO  (Lei nº 9.860/2013), OS DEPUTADOS VOTARÃO aFAVOR (F)ou CONTRA (C)  A Educação e os EDUCADORES???
A MP 230/17 SERÁ VOTADA AMANHÃ NA COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO         E JUSTIÇA - CCJ. Seus membros titulares são:
Presidente; Prof Marco Aurélio
Relator; Dr L…