Pular para o conteúdo principal

DIRETORIA DO SINPROESEMMA IGNORA ASSOCIADOS E PRESTA CONTA PRA ELA MESMA

Companheiros educadores da rede estadual, observem abaixo o que determina o artigo 55 do ESTATUTO DO SINPROESEMMA


Compete ao Coordenador do Conselho Fiscal:

a) Convocar e presidir a Assembleia Geral Extraordinária Anual de prestação de contas de cada exercício da Gestão da entidade, a ser realizada no ano subseqüente ao do exercício, cujo edital convocatório deverá ser publicado em jornal de grande circulação na base da categoria, com pelo menos 10 (dez) dias de antecedência à data da sua realização;


Atenção! A prestação de contas da diretoria do SINPROESEMMA, referente ao exercício de 2013, deveria ter ocorrido em uma ASSEMBLEIA GERAL dos associados no ano de 2014. Acontece que a diretoria do sindicato descumpriu o estatuto da entidade, pois de janeiro a dezembro de 2014 nenhuma assembleia convocada pelo sindicato teve esse proposito. Como se isso não bastasse vejam o que fez a diretoria observando a imagem abaixo:
 
Esse oficio demonstra que o presidente do SINPROESEMMA e todos os membros da diretoria que participaram dessa reunião cometeram uma GRAVE VIOLAÇÃO DO ESTATUTO DA ENTIDADE, pois realizaram a prestação de contas em uma reunião da diretoria e não em uma assembleia dos associados, como determina o estatuto do sindicato. Aprovar a prestação de contas dessa forma é jogo de cartas marcadas, pois aqueles que gastam mensalmente os mais 400 mil reais oriundos da contribuição dos associados, são os mesmos que se reúnem para aprovar a forma como usaram os recursos do sindicato.

Companheir@s, o ocorrido é muito grave e nós associados e não associados, que contribuimos voluntariamente ou involuntariamente com o sinproesemma devemos exigir expolicações da diretoria e lutar pela punição de todos os envolvidos nessa manobra. Tem muita grana envolvida nessa prestação de contas, acreditamos que o volume de recursos envolvidos pode chegar a 10 MILHES DE REAIS.

Diante do ocorido fica a pergunta: Porque será que a diretoria do SINPROESEMMA NÃO PERMITIU QUE OS ASSOCIADOS DO SINDICATO PARTICIPASSEM DA PRESTAÇÃO DE CONTAS??? Quem não deve, não TEME!


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Professora desmascara a propaganda do "governo da Mudança"

Neste vídeo a VERDADE sobre a realidade salarial dos educadores da rede estadual é revelada. Somente na propaganda do governo existe valorização dos educadores. Assista ao vídeo integralmente e conheça a triste situação dos professores.

Flávio Dino tem reajuste salarial e servidores estaduais, NÃO.

Onde está a Mudança?

O governo do Maranhão usa da desculpa de crise financeira e vem, há dois anos, arrochando os salários de milhares de servidores estaduais e negando seus direitos. Os professores ficaram sem ter o reajuste dos seus VENCIMENTOS em 2016 e 2017. Os professores em regime de C.E.T (CONDIÇÃO "ESPECIAL" DE TRABALHO) recebem essa gratificação CONGELADA desde fevereiro de 2015. Os funcionários administrativos, operacionais e outros, da SEDUC e das outras secretarias estão lutando para garantir, este ano, o reajuste de 6,3%, pois em 2016 não tiveram reajuste algum.



Na contramão do discurso de crise financeira e agindo  na surdina, a assembleia legislativa concedeu no último mês de fevereiro reajuste salarial, SEM PARCELAMENTO, para o governador, o vice-governador e todo o secretariado.  
Em 2017 seus novos subsídios são:
Governador: R$ 15.915,40         (16,9 SM);
Vice-governador: R$ 14.198,18 (15,1 SM);
Secretários: R $ 11.154,24          (11,9 SM).
Observação: SM = SALÁ…

O governador do Maranhão usa MP para descumprir lei estadual.

Não satisfeito em IGNORAR O ESTATUTO DO MAGISTÉRIO, A LEI DO PISO e deixar os educadores da REDE ESTADUAL sem REAJUSTE SALARIAL em 2016, o governador Flávio Dino resolveu inovar e, em 2017, lançou mão de uma Medida Provisória para burlar o estatuto dos profissionais do magistério.
Educador(a), entre em contato com o/a deputado/a da sua região, peça seu apoio e diga a ele/ela que somos contra a MP 230,  da forma que foi proposta. Queremos que o governador CUMPRA o Estatuto do Magistério. Quando definirem o dia dessa votação, vamos mobilizar nossa categoria para LOTAR a Assembleia Legislativa. 
Educadores de todo o estado precisam comparecer e lutar contra a aprovação dessa MP.
NO DIA DA VOTAÇÃO DA MP 230/17 QUE VIOLA O ESTATUTO DO MAGISTÉRIO  (Lei nº 9.860/2013), OS DEPUTADOS VOTARÃO aFAVOR (F)ou CONTRA (C)  A Educação e os EDUCADORES???
A MP 230/17 SERÁ VOTADA AMANHÃ NA COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO         E JUSTIÇA - CCJ. Seus membros titulares são:
Presidente; Prof Marco Aurélio
Relator; Dr L…