Pular para o conteúdo principal

Bomba! Diretor do Sinproesemma pratica nepotismo e abuso de poder na SEDUC.

Venho por meio desse explicar a situação dos funcionários demitidos do SIAEP (Sistema integrado de administração de escolas da rede pública do maranhão)
O SIAEP se constitui em uma moderna ferramenta de informática de apoio aos alunos, técnicos administrativos, professores e gestores do ensino no Estado. É uma ferramenta que possibilita a gestão informatizada da vida acadêmica, administrativa e funcional das escolas da rede estadual de ensino. Foi desenvolvido pela Secretaria de Estado de Educação (Seduc) para a gestão de informações de todas as atividades básicas das unidades de ensino, via internet.
Os funcionários que trabalham com a administração do sistema estão tendo os seus direito trabalhistas e dignidade seriamente feridos por um tirano que estar mais perdido do que as baratas que sobreviveram a bomba tomica de Hiroshima e Nagasaki.
No início do ano o secretário adjunto (setor SAGI) procurou os funcionários para conversar e pedir que todos continuassem a ir trabalhar que não haveria demissões e fez um discurso muito bonito dizendo que o sistema seria ampliado e passaria por melhoras técnicas e que daria o suporte necessário para toda a equipe, pois na sala do SIAEP a situação é degradante, o mesmo garantiu que os funcionário teriam o suporte necessário para continuarem a desenvolverem as suas atividades. Pois bem, 4 meses e meio se passaram e a situação so se agrava, pois a intenção do secretário adjunto da SAGI (secretaria adjunta da SEDUC MA) só se agrava. Irei elencar aqui alguns pontos interessantes:
1. Os funcionários passaram 3 meses sem receber dinheiro nos meses de janeiro, fevereiro e março. Trabalharam 3 meses sem carteira assinada que por sinal é uma infração gravíssima, ainda mais quando se trata de pessoas que trabalham em prol da coletividade, pois prestam serviço para uma empresa pública;
2. Durante esses 3 meses o Williandickson Azevedo, secretário-adjunto de Gestão Institucional inseriu o seu IRMÂO (Marcel Azevedo Garcia) de SIAEP para ser o novo chefe e demitiu o então compromissado, capacitado e experiente coordenador do SIAEP (NEPOTISMO É CRIME)
  1. Está pagando os funcionários com descontos absurdos que não tem nem fundamentos da forma que bem quer.
  2. Contratou uma terceirizada que diz ter idoneidade, mas até o momento só faz coisas irregulares a exemplo dos pagamentos por debaixo dos panos dos funcionários.
  3. Fez com que seu IRMÃO se infiltra-se dentre os funcionários para ficar levando FOFOCAS (COISAS DE RAPARIGA) para ele (williandickson).
  4. Iniciou as demissões com o pretexto de que a SEDUC MA estar com dificuldades financeiras, ai eu me pergunto, porque o mesmo não iniciou as demissões pelas pessoas que tem o menor nível de conhecimento a respeito do trabalho a exemplo do irmão dele? Será se ele tem um justificativa para isso?
Algumas perguntas que ficam no soltas sem respostas:
Que empresa é essa ITIC que ele contratou?
Porque pagar os funcionários por debaixo dos panos e descontar do dinheiro dos pobres trabalhadores o valor de uma tal nota fiscal que tem que ser paga pelos funcionários?
Não seria mais barato fazer uma upgrade no SISTEMA SIAEP já que a secretaria passa por dificuldades financeiras?
OBS – Temos vídeos de reuniões aonde o próprio williandickson fala tudo que estar no texto e iremos divulgar na hora certa…
Tenho certeza que o Governador não sabe da metade das coisas que estão acontecendo na secretaria da educação.
Uma última pergunta – Será se é justo os funcionários do SIAEP serem demitidos depois de demonstrarem o enorme esforço de ficar 3 meses sem receber salários que por sinal continuam atrasados? Depois de contribuírem para um MARANHÃO melhor e sem corrupção? Não seria o caso de remanejar esses funcionários para outras atividades?
 
Nós do SIAEP, preparamos essa art que sintetiza muito bem o que aconteceu, o que está acontecendo e o esquema, SEDUC, SIAEP E SINPROESEMA. Obrigado pela sua postagem, ficamos agradecidos, mas precisa de mais repercussão, sei que não precisa falar, mas preserve a fonte. Continue com seu trabalho em favor dos oprimidos e injustiçados… Veja o anexo.
 
 
Fonte: blog do C. Hostilio

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Professora desmascara a propaganda do "governo da Mudança"

Neste vídeo a VERDADE sobre a realidade salarial dos educadores da rede estadual é revelada. Somente na propaganda do governo existe valorização dos educadores. Assista ao vídeo integralmente e conheça a triste situação dos professores.

Flávio Dino tem reajuste salarial e servidores estaduais, NÃO.

Onde está a Mudança?

O governo do Maranhão usa da desculpa de crise financeira e vem, há dois anos, arrochando os salários de milhares de servidores estaduais e negando seus direitos. Os professores ficaram sem ter o reajuste dos seus VENCIMENTOS em 2016 e 2017. Os professores em regime de C.E.T (CONDIÇÃO "ESPECIAL" DE TRABALHO) recebem essa gratificação CONGELADA desde fevereiro de 2015. Os funcionários administrativos, operacionais e outros, da SEDUC e das outras secretarias estão lutando para garantir, este ano, o reajuste de 6,3%, pois em 2016 não tiveram reajuste algum.



Na contramão do discurso de crise financeira e agindo  na surdina, a assembleia legislativa concedeu no último mês de fevereiro reajuste salarial, SEM PARCELAMENTO, para o governador, o vice-governador e todo o secretariado.  
Em 2017 seus novos subsídios são:
Governador: R$ 15.915,40         (16,9 SM);
Vice-governador: R$ 14.198,18 (15,1 SM);
Secretários: R $ 11.154,24          (11,9 SM).
Observação: SM = SALÁ…

O governador do Maranhão usa MP para descumprir lei estadual.

Não satisfeito em IGNORAR O ESTATUTO DO MAGISTÉRIO, A LEI DO PISO e deixar os educadores da REDE ESTADUAL sem REAJUSTE SALARIAL em 2016, o governador Flávio Dino resolveu inovar e, em 2017, lançou mão de uma Medida Provisória para burlar o estatuto dos profissionais do magistério.
Educador(a), entre em contato com o/a deputado/a da sua região, peça seu apoio e diga a ele/ela que somos contra a MP 230,  da forma que foi proposta. Queremos que o governador CUMPRA o Estatuto do Magistério. Quando definirem o dia dessa votação, vamos mobilizar nossa categoria para LOTAR a Assembleia Legislativa. 
Educadores de todo o estado precisam comparecer e lutar contra a aprovação dessa MP.
NO DIA DA VOTAÇÃO DA MP 230/17 QUE VIOLA O ESTATUTO DO MAGISTÉRIO  (Lei nº 9.860/2013), OS DEPUTADOS VOTARÃO aFAVOR (F)ou CONTRA (C)  A Educação e os EDUCADORES???
A MP 230/17 SERÁ VOTADA AMANHÃ NA COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO         E JUSTIÇA - CCJ. Seus membros titulares são:
Presidente; Prof Marco Aurélio
Relator; Dr L…