Pular para o conteúdo principal

Será que vou ampliar minha jornada?

A Assembleia Legislativa do Maranhão aprovou, na tarde desta segunda-feira (15), o projeto de lei da unificação e ampliação da jornada na rede estadual de ensino. O texto, negociado entre o Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública (SINPROESEMMA) e o Governo do Estado,  segue para a sanção do governador Flávio Dino.
plenario alema
“Foi mais uma vitória importante dos educadores”, avalia o presidente do SINPROESEMMA, Júlio Pinheiro, que participa das negociações em torno das propostas há dois anos.
Pela medida aprovada, a unificação ocorrerá mediante a exoneração da matrícula mais nova e a ampliação da jornada da matrícula antiga, mantendo os direitos acumulados ao longo da carreira. Já a ampliação criará a possibilidade do professor ou especialista requerer a ampliação da jornada de trabalho de 20h para 40h semanais, dobrando a remuneração recebida.

Regulamentação Com a aprovação das propostas, o SINPROESEMMA solicitou a abertura das negociações com o Governo do Estado para debater a regulamentação da unificação e ampliação, ou seja, quais serão os critérios utilizados no deferimento dos pedidos de ampliação da jornada na rede estadual.
Ao longo do debate, a entidade pretende consultar à categoria nos municípios para compartilhar a regulamentação da unificação e ampliação de jornada.

fonte: http://sinproesemma.org.br/2015/06/assembleia-legislativa-aprova-unificacao-e-ampliacao-de-matriculas/

CONSIDERAÇÕES DO MRP

O Presidente do sindicato afirma no post acima:

  1. A assembleia aprovou o texto negociado entre o Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública (SINPROESEMMA) e o Governo do Estado.
  2. Ele participa das negociações em torno das propostas há dois anos.
  3. o SINPROESEMMA solicitou a abertura das negociações com o Governo do Estado para debater a regulamentação da unificação e ampliação, ou seja, quais serão os critérios utilizados no deferimento dos pedidos de ampliação da jornada na rede estadual.
  4. "Foi mais uma vitória importante dos educadores”,
Diante das afirmativas do presidente Júlio Pinheiro, perguntamos:

  1.  Em qual fórum deliberativo do sindicato esse texto do PL foi debatido e definido com o professorado antes do mesmo ser enviado ao governo? Há fortes indícios de que a diretoria do sinproesemma decidiu o conteúdo do PL a revelia da categoria.
  2. Durante os dois anos que o presidente diz ter participado do debate sobre o PL que trata da ampliação de jornada, por que será que nenhuma assembleia geral da categoria foi convocada para debater especificamente essa questão?
  3. Para definir os critérios definidores de quem terá acesso a ampliação de jornada, o senhor diz que já solicitou a abertura de negociações com o governo do estado. O senhor convocará uma assembleia geral para oportunizar a participação do professorado nesse debate ou vai continuar IGNORANDO a categoria?
  4. Se foi mais uma vitória importante dos educadores, o senhor seria capaz de enumerar as vantagens e desvantagens para o professor que conseguir a ampliação de jornada?
Com a palavra o presidente do sinproesemma.

Companheiros professores, com o passado que tem a turma que comanda o sinproesemma há quase 2 décadas, nossa categoria deve sempre colocar sua barba de molho, pois essa turma vive a nos golpear. Agora, nesse processo de definição do Pl que trata da ampliação de jornada não é diferente. A nós professores está posto o desafio de reagir contra a forma como a diretoria vem nos tratando durante todo esse processo. Nossa indiferença diante desse contexto pode nos custar muito caro e se não agirmos no sentido de garantir nossa participação, pelo menos, no processo de definição dos critérios que selecionarão os professores que terão direito a ampliação de jornada, certamente acumularemos perdas e mais perdas futuramente. Vamos a luta companheir@s!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Professora desmascara a propaganda do "governo da Mudança"

Neste vídeo a VERDADE sobre a realidade salarial dos educadores da rede estadual é revelada. Somente na propaganda do governo existe valorização dos educadores. Assista ao vídeo integralmente e conheça a triste situação dos professores.

Flávio Dino tem reajuste salarial e servidores estaduais, NÃO.

Onde está a Mudança?

O governo do Maranhão usa da desculpa de crise financeira e vem, há dois anos, arrochando os salários de milhares de servidores estaduais e negando seus direitos. Os professores ficaram sem ter o reajuste dos seus VENCIMENTOS em 2016 e 2017. Os professores em regime de C.E.T (CONDIÇÃO "ESPECIAL" DE TRABALHO) recebem essa gratificação CONGELADA desde fevereiro de 2015. Os funcionários administrativos, operacionais e outros, da SEDUC e das outras secretarias estão lutando para garantir, este ano, o reajuste de 6,3%, pois em 2016 não tiveram reajuste algum.



Na contramão do discurso de crise financeira e agindo  na surdina, a assembleia legislativa concedeu no último mês de fevereiro reajuste salarial, SEM PARCELAMENTO, para o governador, o vice-governador e todo o secretariado.  
Em 2017 seus novos subsídios são:
Governador: R$ 15.915,40         (16,9 SM);
Vice-governador: R$ 14.198,18 (15,1 SM);
Secretários: R $ 11.154,24          (11,9 SM).
Observação: SM = SALÁ…

O governador do Maranhão usa MP para descumprir lei estadual.

Não satisfeito em IGNORAR O ESTATUTO DO MAGISTÉRIO, A LEI DO PISO e deixar os educadores da REDE ESTADUAL sem REAJUSTE SALARIAL em 2016, o governador Flávio Dino resolveu inovar e, em 2017, lançou mão de uma Medida Provisória para burlar o estatuto dos profissionais do magistério.
Educador(a), entre em contato com o/a deputado/a da sua região, peça seu apoio e diga a ele/ela que somos contra a MP 230,  da forma que foi proposta. Queremos que o governador CUMPRA o Estatuto do Magistério. Quando definirem o dia dessa votação, vamos mobilizar nossa categoria para LOTAR a Assembleia Legislativa. 
Educadores de todo o estado precisam comparecer e lutar contra a aprovação dessa MP.
NO DIA DA VOTAÇÃO DA MP 230/17 QUE VIOLA O ESTATUTO DO MAGISTÉRIO  (Lei nº 9.860/2013), OS DEPUTADOS VOTARÃO aFAVOR (F)ou CONTRA (C)  A Educação e os EDUCADORES???
A MP 230/17 SERÁ VOTADA AMANHÃ NA COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO         E JUSTIÇA - CCJ. Seus membros titulares são:
Presidente; Prof Marco Aurélio
Relator; Dr L…