Pular para o conteúdo principal

Liminar suspende desconto na remuneração dos docentes municipais.

MANDATO SE SEGURANÇA SUSPENDE DESCONTOS DE ASSOCIADOS DO SINDEDUCAÇÃO


A assessoria jurídica do SINDEDUCAÇÃO teve resultado positivo no mandato de segurança que impetrou na justiça que determina a suspensão de qualquer desconto nos vencimentos e proventos dos associados do SINDEDUCAÇÃO, no que diz respeito aos valores recebidos a título de adicional de titulação. O servidor do magistério que não for associado deve ingressar com mandato de segurança individual ou se associar ao sindicato o mais rápido possível. A decisão foi dada em caráter liminar, mas deve ser confirmada em decisão final, por ter sido fundamentada em um entendimento já pacificado no Superior Tribunal de Justiça.



Processo

18382010



Numeração Única

1838-73.2010.8.10.0001



Classe

PROCESSO CÍVEL E do TRABALHO
Mandado de Segurança



Data de Abertura

22/01/2010 14:19:49



Comarca

SAO LUIS



Juiz

CARLOS HENRIQUE RODRIGUES VELOSO



Ultima Distribuição

//



Vara

2ª VARA FAZENDA PUBLICA



Cartório





Oficial de Justiça

LUCELIA SOBREIRA CARVALHO MARQUES



Qtde de Documentos

0



Valor da Ação

R$ 0,00





Distribuição





--------------------------------------------------------------------------------





Data

22/01/2010 14:19:49



Vara

2ª VARA FAZENDA PUBLICA



Cartório

SECRETARIA DA 2A VARA DE FAZENDA PUBLICA



Oficial de Justiça

LUCELIA SOBREIRA CARVALHO MARQUES





Partes





--------------------------------------------------------------------------------





IMPETRANTE

SINDEDUCACAO SINDICATO DOS PROFISSIONAIS DO ENSINO PUBLICO MUNICIPAL DE SAO LUIS



Advogado(a)

ANTONIO CARLOS ARAUJO FERREIRA



IMPETRADO

SECRETARIO MUNICIPAL DE EDUCACAO DE SAO LUIS



IMPETRADO

SECRETARIO MUNICIPAL DE ADMINISTRACAO DE SAO LUIS/MA





Movimentações





--------------------------------------------------------------------------------





Data

03/02/2010 09:02:09



Tipo

Outras decisões



Descrição

Diante do exposto, defiro a liminar pleiteada para determinar que os impetrados suspendam imediatamente as deduções nos vencimentos/proventos dos servidores substituídos pelo impetrante. Notifiquem-se as autoridades coatoras para o cumprimento imediato desta decisão, bem como para prestarem informações no prazo de 10 (dez) dias. Nos termos do art. 7º, II da Lei 12016/2009, dê-se ciência do feito ao Procurador Geral do Município, enviando-lhe cópia da inicial sem documentos, para que, querendo, o ente ingresse no feito. Cientifique-se o impetrante desta decisão. Uma via desta decisão será utilizada como MANDADO devendo ser cumprido por Oficial de Justiça. Após, com ou sem manifestação, vista ao Ministério Público. São Luís, 03 de fevereiro de 2010. José Ribamar Goulart Heluy Júnior Juiz de Direito respondendo pela 2ª Vara da Fazenda Pública.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Professora desmascara a propaganda do "governo da Mudança"

Neste vídeo a VERDADE sobre a realidade salarial dos educadores da rede estadual é revelada. Somente na propaganda do governo existe valorização dos educadores. Assista ao vídeo integralmente e conheça a triste situação dos professores.

Flávio Dino tem reajuste salarial e servidores estaduais, NÃO.

Onde está a Mudança?

O governo do Maranhão usa da desculpa de crise financeira e vem, há dois anos, arrochando os salários de milhares de servidores estaduais e negando seus direitos. Os professores ficaram sem ter o reajuste dos seus VENCIMENTOS em 2016 e 2017. Os professores em regime de C.E.T (CONDIÇÃO "ESPECIAL" DE TRABALHO) recebem essa gratificação CONGELADA desde fevereiro de 2015. Os funcionários administrativos, operacionais e outros, da SEDUC e das outras secretarias estão lutando para garantir, este ano, o reajuste de 6,3%, pois em 2016 não tiveram reajuste algum.



Na contramão do discurso de crise financeira e agindo  na surdina, a assembleia legislativa concedeu no último mês de fevereiro reajuste salarial, SEM PARCELAMENTO, para o governador, o vice-governador e todo o secretariado.  
Em 2017 seus novos subsídios são:
Governador: R$ 15.915,40         (16,9 SM);
Vice-governador: R$ 14.198,18 (15,1 SM);
Secretários: R $ 11.154,24          (11,9 SM).
Observação: SM = SALÁ…

O governador do Maranhão usa MP para descumprir lei estadual.

Não satisfeito em IGNORAR O ESTATUTO DO MAGISTÉRIO, A LEI DO PISO e deixar os educadores da REDE ESTADUAL sem REAJUSTE SALARIAL em 2016, o governador Flávio Dino resolveu inovar e, em 2017, lançou mão de uma Medida Provisória para burlar o estatuto dos profissionais do magistério.
Educador(a), entre em contato com o/a deputado/a da sua região, peça seu apoio e diga a ele/ela que somos contra a MP 230,  da forma que foi proposta. Queremos que o governador CUMPRA o Estatuto do Magistério. Quando definirem o dia dessa votação, vamos mobilizar nossa categoria para LOTAR a Assembleia Legislativa. 
Educadores de todo o estado precisam comparecer e lutar contra a aprovação dessa MP.
NO DIA DA VOTAÇÃO DA MP 230/17 QUE VIOLA O ESTATUTO DO MAGISTÉRIO  (Lei nº 9.860/2013), OS DEPUTADOS VOTARÃO aFAVOR (F)ou CONTRA (C)  A Educação e os EDUCADORES???
A MP 230/17 SERÁ VOTADA AMANHÃ NA COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO         E JUSTIÇA - CCJ. Seus membros titulares são:
Presidente; Prof Marco Aurélio
Relator; Dr L…