Pular para o conteúdo principal

Professores Municipais, a caminho da vitória.

Mais um dia de paralisação nas escolas municipais de São Luís, mais um dia de luta dos professores pela defesa e ampliação de seus direitos.




A certeza de que seus direitos estão sendo usurpados pela proposta de 8% da prefeitura e o não atendimento dos outros pontos da pauta de reivindicação dos professores, torna cada ato mais forte.


A concentração de hoje foi em frente à SEMAD, onde vários professores falaram, alguns colocaram suas indignações, outros denunciaram as péssimas condições de trabalho, outros ainda compartilharam informações sobre as verbas do FUNDEB esclarecendo, à todos que estavam na área da concentração, sobre como os direitos dos professores municipais têm sido, ano após ano, negligenciados.


ATENÇÃO! a Prefeitura de São Luís encaminhou à Câmara de vereadores proposta de reajuste salarial para servidores.



A Prefeitura de São Luís propôs um aumento de 6% nos vencimentos, proventos e pensões dos servidores públicos efetivos do município e 8% para os profissionais do magistério.

E por isso, nesta segunda feira, 24/05, os professores se reunirão em frente à prefeitura municipal, 8:00h e de lá, sairão em passeata até a Câmara de Vereadores para mostrar que esta proposta foi rejeitada pela categoria dos professores, e um dos motivos desta rejeição está na própria fala da A secretária municipal de Administração, Margaret Reis, no site da Prefeitura que disse:

“...para os professores foi possível em função dos recursos extras provenientes do Fundo de Desenvolvimento da Educação Básica (FUNDEB), uma vez que a lei que disciplina a aplicação dos recursos desse fundo determina que, no mínimo, 60% do valor recebido seja aplicado na folha de pagamento dos profissionais do magistério.”


Todos os professores estão atentos às manobras da prefeitura e estão mais que dispostos a lutar pelo que lhes é de direito: 27,14%

Reforça-se, aqui, o convite:



Ato, segunda feira, 24/05, 8:00h, concentração em frente à Prefeitura municipal.

Oposição/Sindeducação

Comentários

JOSIVALDO CORREA disse…
JULIO GUTERRES E JULIO PINHEIRO
Vcs não têm base e são mesquinhos ,herrrsssss.
Vamos cobrar desses pelegos uma greve a exemplo do SINDEDUCALÇAO. ESSE SIM É SINDICATO DE VERDADE. SOUBE D EFONTES SEGURAS DA SEDUC QUE O GOVERNO SÓ TÁ EMBROMANDOM QUERENDO ARRASTAR A DISCUSSÃO ATÉ AS ELEIÇÕES E OS PELEGOS FINGENM NÃO SABEREM. MORREM DE MEDO DE UMA GREVE. MAS TB AQUELE JULIO PINHEIRO PARECE MAIS UM JABUTI, SÓ QUER FICAR AZARANDO AS PROFESSORES, AO INVÉS DE DEFENDER A CATEGORIA.
vou cobra apartir de agora uma postura digna dessespelegos de plantão. me eusentei dessa direção por não concordar com a concepção sindical entreguista do comando do SINPROESEMMA.
Se é que tu foi.deve está pensando cadê o Cara. Aduvinha o que estava fazendo, para menosprezar essa droga de encontro

Julinho é Jabuti,um dos sanguessuga do Siunporoesmma. Só quer saber de sombra, mulher e agua fresca. ele é do lado do pantano.
Está longe de me alcançar. de pensar como penso e de ser como sou.
Julinho Jabuti não me tira do juridico , não me tira do conselho e não ten uma mulher como tenho.

Josivaldo. porque sou homem.

Postagens mais visitadas deste blog

Professora desmascara a propaganda do "governo da Mudança"

Neste vídeo a VERDADE sobre a realidade salarial dos educadores da rede estadual é revelada. Somente na propaganda do governo existe valorização dos educadores. Assista ao vídeo integralmente e conheça a triste situação dos professores.

Flávio Dino tem reajuste salarial e servidores estaduais, NÃO.

Onde está a Mudança?

O governo do Maranhão usa da desculpa de crise financeira e vem, há dois anos, arrochando os salários de milhares de servidores estaduais e negando seus direitos. Os professores ficaram sem ter o reajuste dos seus VENCIMENTOS em 2016 e 2017. Os professores em regime de C.E.T (CONDIÇÃO "ESPECIAL" DE TRABALHO) recebem essa gratificação CONGELADA desde fevereiro de 2015. Os funcionários administrativos, operacionais e outros, da SEDUC e das outras secretarias estão lutando para garantir, este ano, o reajuste de 6,3%, pois em 2016 não tiveram reajuste algum.



Na contramão do discurso de crise financeira e agindo  na surdina, a assembleia legislativa concedeu no último mês de fevereiro reajuste salarial, SEM PARCELAMENTO, para o governador, o vice-governador e todo o secretariado.  
Em 2017 seus novos subsídios são:
Governador: R$ 15.915,40         (16,9 SM);
Vice-governador: R$ 14.198,18 (15,1 SM);
Secretários: R $ 11.154,24          (11,9 SM).
Observação: SM = SALÁ…

O governador do Maranhão usa MP para descumprir lei estadual.

Não satisfeito em IGNORAR O ESTATUTO DO MAGISTÉRIO, A LEI DO PISO e deixar os educadores da REDE ESTADUAL sem REAJUSTE SALARIAL em 2016, o governador Flávio Dino resolveu inovar e, em 2017, lançou mão de uma Medida Provisória para burlar o estatuto dos profissionais do magistério.
Educador(a), entre em contato com o/a deputado/a da sua região, peça seu apoio e diga a ele/ela que somos contra a MP 230,  da forma que foi proposta. Queremos que o governador CUMPRA o Estatuto do Magistério. Quando definirem o dia dessa votação, vamos mobilizar nossa categoria para LOTAR a Assembleia Legislativa. 
Educadores de todo o estado precisam comparecer e lutar contra a aprovação dessa MP.
NO DIA DA VOTAÇÃO DA MP 230/17 QUE VIOLA O ESTATUTO DO MAGISTÉRIO  (Lei nº 9.860/2013), OS DEPUTADOS VOTARÃO aFAVOR (F)ou CONTRA (C)  A Educação e os EDUCADORES???
A MP 230/17 SERÁ VOTADA AMANHÃ NA COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO         E JUSTIÇA - CCJ. Seus membros titulares são:
Presidente; Prof Marco Aurélio
Relator; Dr L…