Pular para o conteúdo principal

Novo estatuto da rede estadual, por onde anda?

Companheir@s, aconteceu o que prevíamos. A copa chegou e com ela o fim do prazo de 45 dias para que O GOVERNO E A DIRETORIA DO SINPROESEMMA REALIZASSEM  A CONCLUSÃO DO NOVO ESTATUTO.

Semana passada o secretário de educação dissera, na rádio, que segunda, dia 14/06, eles apresentariam o tal do “novo estatuto”, porém, até hoje não se falou mais nada a esse respeito.

Estamos em junho e efetivamente o que conseguimos até então?

Nada!

Isso ocorre em função da eterna opção da diretoria do nosso sindicato, que sempre coloca seus interesses políticos partidários em primeiro lugar, em detrimento dos reais anseios e necessidades da nossa categoria. Pelo visto, ficaremos sem nenhum reajuste esse ano, pois a lei eleitoral só permite a revisão geral das remunerações até o início de julho.

Eles, na pretensão de fortalecer a candidatura de certo candidato ao governo estadual, aliaram-se a um grupo de petistas e, em nome desta aliança, evitaram empreender a luta da nossa categoria por direitos, PREJUDICANDO ASSIM TODOS OS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO.

Agora que a “guerreira” destruiu os planos deles, tomando o PT, estão sem saber o que fazer. Não se assustem se em agosto a diretoria resolva induzir a categoria a fazer uma greve.

Comentários

Anônimo disse…
eu não acredito que vamos ter reajuste!!
Francisca Elias disse…
Oi Antonísio,
p favor mande seu e-mail p fcaelias@yahoo.com.br p eu mandar umas fotos da passeata do enterro dos 8%!
Obrigada! Francisca Elias
Henrique disse…
Só bala!!!
Anônimo disse…
essa negociação não vai ter fim?????
ela deveria prosseguir até segunda e hoje já é sabado.
Anônimo disse…
cade o estatuto, estão ganhando tempo pra q? cade pelo menos a recomposição.
Anônimo disse…
De q lado esse sindicato tá? E cade a categoria? cade o mrp? cade o estatuto? cade a diferença ganha no stj? q droga ser prof neste país
Anônimo disse…
o site do simproesema esta sempre fora de funcionamento. essa diretoria tem que ter transparencia .precisamos saber o que esta acontecendo. o que vai acontecer quando chegar o periodo eleitoral?????????
Henrique disse…
O site está fora do ar todo tempo porque eles não querem dar satisfações à categoria, Eles irão dizer que foram "problemas técnicos" (É mentira Terta? È verdade!!! Já dizia Pantaleão (personagem do Chico Anysio)) Eles não tem nada a dizer porque o prazo de 45 dias que eles deram para o governo terminou e o governo da Rosengana não deu resposta. Eles estão empurrando para perto das eleições quando não se pode negociar nada. Como eu disse antes, para estes ladrões, só bala.
Anônimo disse…
Já esta na hora de nos professores começarmos uma mobilização para pressionar a diretoria do simproessema a se manifestar. Precisamosa saber qual é o posicionamento dessa diretoria!!! ou sera que não já sabemos?????/

Postagens mais visitadas deste blog

PERDAS SALARIAIS DOS PROFESSORES NO GOV. FLÁVIO DINO

GOV. FLÁVIO DINO DESCUMPRE LEIS e  APLICA NOVO CALOTE NOS EDUCADORES
Ao não conceder, em janeiro de 2018, o reajuste de 6,81% no vencimento dos integrantes do magistério da educação básica, mais uma vez o governador Flávio Dino insiste em descumprir a lei do PISO NACIONAL e o art. 32 do ESTATUTO DO MAGISTÉRIO. Por 3 anos consecutivos temos sido vitimados por uma política de profundo ARROCHO SALARIAL que tem como consequência a diminuição permanente do poder de compra dos educadores, comprometendo de forma direta a qualidade da educação pública e a dignidade dos trabalhadores. Em 2016, embora a lei garantisse um reajuste de 11,36% para os Professores, não foi concedido nenhum percentual de recomposição salarial. Em 2017, governo descumpre novamente a legislação, através de uma manobra parlamentar, aplica um pequeno reajuste em cima da GAM.  Em 2018, o governo reedita o calote e outra vez, agindo na ILEGALIDADE, não concede o reajuste na tabela de vencimentos dos educadores, em uma clara …

Gov Flávio Dino passa a perna nos professores, vende gato por lebre e chama isso de valorização

Quem vê a megacampanha midiática do governo Flávio Dino (PCdoB)  sobre a realidade salarial dos professores da rede estadual maranhense, nem de longe imagina o que de fato vem acontecendo com esses educadores.  Primeiro é preciso explicitar que o governador, apesar de ser professor, não teve pudor algum ao optar, em 2016, por descumprir as Leis do Piso e o Estatuto do Magistério e deixar toda a categoria de professores sem reajuste salarial algum. No ano seguinte, o avanço do governo sobre os direitos dos professores continuou. Numa manobra envolvendo sua base aliada no poder legislativo, o governador Flávio Dino (PCdoB) usa uma Medida Provisória para violar o Estatuto do Magistério, promove o desmonte da carreira ao extinguir 9 referências de um total de 19 existentes e realiza uma pequena elevação na Gratificação de Atividade do Magistério – GAM, de forma parcelada e progressiva, entretanto, manteve CONGELADO o piso salarial de todos os professores, com valores referentes ao ano de 2…

Governo Flávio Dino aplica novo GOLPE nos PROFESSORES

Companheir@, demonstraremos aqui, os prejuízos causados pela aprovação da  Medida Provisória nº 272/18. Ela modifica a estrutura da tabela de vencimentos que integra o Estatuto do Magistério e trata da concessão de reajustes diferenciados para os educadores:

 Prof. I - 10,47% - INTEGRAL  Prof. II - 6,81% - INTEGRAL  Prof. III- 6,81% - P A R C E L A D O
O governo do estado incorreu em ato ILEGAL ao violar o artigo 32 da Lei 9.860/13, e conceder percentuais de reajustes diferenciados para os integrantes do subgrupo  Magistério. Como se isso não bastasse, os valores dos vencimentos dos professores nas tabelas que acompanham a MP 272/18, foram definidos à revelia da tabela que acompanha o Estatuto do Magistério, desde sua aprovação em 2013. Governo e sinproesemma acharam que os professores não perceberiam a manobra matemática feita por eles. A ideia visa reduzir o volume de recursos financeiros do FUNDEB, que é usado para remunerar anualmente, os profissionais do magistério. 

Observe na imagem …