Pular para o conteúdo principal

Professores da rede estadual sem reajuste e sem estatuto em 2010

Companheir@s, nossas suspeitas se confirmaram. A diretoria do sinproesemma ludibriou a categoria na última assembleia, quando afirmou que em agosto teríamos um reajuste de 15,94%. Desta forma induziu os professores a aprovarem a proposta de novo estatuto. Agindo assim, conseguiu nos prejudicar mais uma vez e agora, o prejuízo é em dobro. Ficamos sem reajuste e sem a conclusão do processo de reestruturação da nossa carreira (novo estatuto) em 2010.



Vejam o que diz a nota da SEDUC:



Estatuto do Educador será encaminhado à AL

A proposta de reformulação do Estatuto do Educador, discutida por técnicos das Secretarias de Educação (Seduc) e Administração e Previdência Social (Seaps) e do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Maranhão (Sinproesemma), será encaminhada para apreciação da Assembleia Legislativa. O anúncio foi feito, na segunda-feira (19), pelo secretário de Educação, Anselmo Raposo.



Durante a reunião de trabalho da comissão, ficou definido que a recomposição salarial dos docentes só poderá ser analisada a partir do próximo ano, devido a Lei de Responsabilidade Fiscal que proíbe o Governo do Estado, pelo prazo de 180 antes e depois das eleições de outubro, de promover qualquer medida com impacto financeiro na folha de pessoal.



O secretário Anselmo Raposo garantiu que a redação final do novo Estatuto do Educador será encaminhando o mais breve possível à Assembleia Legislativa. Caso seja aprovado, haverá uma recomposição salarial de 12% para os professores.



Representantes da Seduc e do Sinproesemma acordaram no avanço das negociações na proposta de reformulação do estatuto. Um dos avanços diz respeito à categoria funcional dos professores, que deverão ingressar na rede estadual com formação em nível superior.



As duas partes também acordaram com a eleição direta para gestores escolares da rede estadual de ensino, por meio de um colegiado formado pela comunidade escolar, compreendendo professores, alunos, pais de alunos, entre outros.



Fonte: ASCOM

Comentários

Marcelino disse…
Seria bom repassar esta mensagem na íntegra por email para podermos divulgar para o maior número de professores que pudermos, já que muitos ainda não tÊm o hábito de acessar e ler blogs.
Anônimo disse…
Gente não há uma forma de derrubar esse sindicato,to indignado com essas noticias! Será que nós temos de ficar mesmo algemados??

Nossa!!
Ninguem merece isso!Esse sindicato não tem vergonha!!
Anônimo disse…
Gostaria de comentar que os professores contratados, até hoje ainda não foram pagos!!
Disseram que iam pagar dia 20.07, mas cancelaram e vão marcar nova data, sabe-se lá quando!!
Marcia Oliveira disse…
Este comentário foi removido pelo autor.
Marcia Oliveira disse…
Também concordo que devemos repassar essa informação através do correio eletrônico para que o maior número possível de professores fiquem sabendo que fomos enganados. É só copiar a informação, colar e enviar.
mrp disse…
Já enviamos para os e-mails que constam em nossa lista de contatos. Quem mais desejar receber nossas mensagens, basta solicitar em: mrp.maranhao@gmail.com
Anônimo disse…
é uma falta de vergonha desses traidores, será q vamos deixar barato. Não devemos parar, e não devemos comparecer nessas assembleias desses pelegos, VAMOS BOICOTAR esses merdas.

Postagens mais visitadas deste blog

Professora desmascara a propaganda do "governo da Mudança"

Neste vídeo a VERDADE sobre a realidade salarial dos educadores da rede estadual é revelada. Somente na propaganda do governo existe valorização dos educadores. Assista ao vídeo integralmente e conheça a triste situação dos professores.

Flávio Dino tem reajuste salarial e servidores estaduais, NÃO.

Onde está a Mudança?

O governo do Maranhão usa da desculpa de crise financeira e vem, há dois anos, arrochando os salários de milhares de servidores estaduais e negando seus direitos. Os professores ficaram sem ter o reajuste dos seus VENCIMENTOS em 2016 e 2017. Os professores em regime de C.E.T (CONDIÇÃO "ESPECIAL" DE TRABALHO) recebem essa gratificação CONGELADA desde fevereiro de 2015. Os funcionários administrativos, operacionais e outros, da SEDUC e das outras secretarias estão lutando para garantir, este ano, o reajuste de 6,3%, pois em 2016 não tiveram reajuste algum.



Na contramão do discurso de crise financeira e agindo  na surdina, a assembleia legislativa concedeu no último mês de fevereiro reajuste salarial, SEM PARCELAMENTO, para o governador, o vice-governador e todo o secretariado.  
Em 2017 seus novos subsídios são:
Governador: R$ 15.915,40         (16,9 SM);
Vice-governador: R$ 14.198,18 (15,1 SM);
Secretários: R $ 11.154,24          (11,9 SM).
Observação: SM = SALÁ…

O governador do Maranhão usa MP para descumprir lei estadual.

Não satisfeito em IGNORAR O ESTATUTO DO MAGISTÉRIO, A LEI DO PISO e deixar os educadores da REDE ESTADUAL sem REAJUSTE SALARIAL em 2016, o governador Flávio Dino resolveu inovar e, em 2017, lançou mão de uma Medida Provisória para burlar o estatuto dos profissionais do magistério.
Educador(a), entre em contato com o/a deputado/a da sua região, peça seu apoio e diga a ele/ela que somos contra a MP 230,  da forma que foi proposta. Queremos que o governador CUMPRA o Estatuto do Magistério. Quando definirem o dia dessa votação, vamos mobilizar nossa categoria para LOTAR a Assembleia Legislativa. 
Educadores de todo o estado precisam comparecer e lutar contra a aprovação dessa MP.
NO DIA DA VOTAÇÃO DA MP 230/17 QUE VIOLA O ESTATUTO DO MAGISTÉRIO  (Lei nº 9.860/2013), OS DEPUTADOS VOTARÃO aFAVOR (F)ou CONTRA (C)  A Educação e os EDUCADORES???
A MP 230/17 SERÁ VOTADA AMANHÃ NA COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO         E JUSTIÇA - CCJ. Seus membros titulares são:
Presidente; Prof Marco Aurélio
Relator; Dr L…