Pular para o conteúdo principal

Desabafo de uma professora da rede estadual.

O Estado do Maranhão é uma Terra do Nunca, na qual não nos deram o direito de decidir se queremos ou não crescer. Mas nossos Peter Pan não têm a doçura, a ingenuidade e a genialidade do personagem original. São apenas abutres que insistem em nos manter infantis, ignorando nossos gritos de “Queremos Crescer!”. Reproduzem-se no poder através de várias relações nefastas. Reprodução, aliás tanto política, quanto biológica, já que comumente dividem os mesmos sobrenomes! Incrível como judiciário, legislativo e executivo prevaricam de forma tão vergonhosa neste Estado. Infelizmente a decisão de julgar a greve dos professores ilegais não surpreende a nenhum de nós. Aqui só não é ilegal os atos criminosos cometidos todos os dias pelos membros do grupo hegemônico. Neste caso, vale a compra de voto; vale colocar o nome de todos os parentes em avenidas e prédios públicos; vale aumentar a carga horária semanal do trabalhador e não aumentar seu salário; enfim: vale Tudo, absolutamente tudo. E como crianças desnutridas que somos, pois com essa intenção nos matem com fome, com todas as formas de fome (de educação, de justiça, de trabalho digno), nossos gritos não soam além das fronteiras deste Estado. PROFESSORES FAÇAM UM ULTIMO ESFORÇO, RECOLHAM NO FUNDO DO PULMÃO A ÚLTIMA FORÇA E GRITEM! NÃO PERMITAM SEREM SILENCIADOS! GRITEM POR TODOS AQUELES QUE JÁ ESQUECERAM OU DESISTIRAM DE GRITAR!
Professora Rosiana

Comentários

katia Ribeiro disse…
professora parabéns pela indignação, pois quando todos tivermos indgnados ninguém nos calará. E este Governo, assim como a direção do sindicato terão a resposta. Aguardem-nos.
jjcruz disse…
Que quanto mais nos sejam impostas pelos energumenos, suas nefastas presenças, que quanto mais sejam impostas a nós, professores, as decisões arbitrárias de um sistema coronelista, que a minha, a sua a nossa indignação cresça, mas sem que nos tire aquilo que eles nunca terão, a consciencia do que somos e do que podemos ser, isto por que os tiranos, sempre serão tiranos e
cabe a nós, agora, começar o expugo
dessa raça.

Postagens mais visitadas deste blog

Professora desmascara a propaganda do "governo da Mudança"

Neste vídeo a VERDADE sobre a realidade salarial dos educadores da rede estadual é revelada. Somente na propaganda do governo existe valorização dos educadores. Assista ao vídeo integralmente e conheça a triste situação dos professores.

Flávio Dino tem reajuste salarial e servidores estaduais, NÃO.

Onde está a Mudança?

O governo do Maranhão usa da desculpa de crise financeira e vem, há dois anos, arrochando os salários de milhares de servidores estaduais e negando seus direitos. Os professores ficaram sem ter o reajuste dos seus VENCIMENTOS em 2016 e 2017. Os professores em regime de C.E.T (CONDIÇÃO "ESPECIAL" DE TRABALHO) recebem essa gratificação CONGELADA desde fevereiro de 2015. Os funcionários administrativos, operacionais e outros, da SEDUC e das outras secretarias estão lutando para garantir, este ano, o reajuste de 6,3%, pois em 2016 não tiveram reajuste algum.



Na contramão do discurso de crise financeira e agindo  na surdina, a assembleia legislativa concedeu no último mês de fevereiro reajuste salarial, SEM PARCELAMENTO, para o governador, o vice-governador e todo o secretariado.  
Em 2017 seus novos subsídios são:
Governador: R$ 15.915,40         (16,9 SM);
Vice-governador: R$ 14.198,18 (15,1 SM);
Secretários: R $ 11.154,24          (11,9 SM).
Observação: SM = SALÁ…

O governador do Maranhão usa MP para descumprir lei estadual.

Não satisfeito em IGNORAR O ESTATUTO DO MAGISTÉRIO, A LEI DO PISO e deixar os educadores da REDE ESTADUAL sem REAJUSTE SALARIAL em 2016, o governador Flávio Dino resolveu inovar e, em 2017, lançou mão de uma Medida Provisória para burlar o estatuto dos profissionais do magistério.
Educador(a), entre em contato com o/a deputado/a da sua região, peça seu apoio e diga a ele/ela que somos contra a MP 230,  da forma que foi proposta. Queremos que o governador CUMPRA o Estatuto do Magistério. Quando definirem o dia dessa votação, vamos mobilizar nossa categoria para LOTAR a Assembleia Legislativa. 
Educadores de todo o estado precisam comparecer e lutar contra a aprovação dessa MP.
NO DIA DA VOTAÇÃO DA MP 230/17 QUE VIOLA O ESTATUTO DO MAGISTÉRIO  (Lei nº 9.860/2013), OS DEPUTADOS VOTARÃO aFAVOR (F)ou CONTRA (C)  A Educação e os EDUCADORES???
A MP 230/17 SERÁ VOTADA AMANHÃ NA COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO         E JUSTIÇA - CCJ. Seus membros titulares são:
Presidente; Prof Marco Aurélio
Relator; Dr L…