Pular para o conteúdo principal

Professores fazem assembleia para discutir calendário.

O Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação do Ceará (Sindiute) realiza assembleia amanhã, às 10 horas, na Praça da Gentilândia, para definir se os professores aceitarão ou não o calendário apresentado pela Prefeitura de Fortaleza. “A proposta só vai acirrar os ânimos entre a categoria e o governo. Corre o risco de ter até outra greve”, afirmou uma das dirigentes do Sindicato, Ana Cristina Guilherme.


A categoria discorda do calendário e acusa a atitude da Prefeitura de “irresponsável e autoritária”. “Depois de quase dois meses na rua, levando chuva, sol e gás de pimenta, nos negaram o piso salarial e agora querem tirar nosso direito de férias”, destacou Ana Cristina.

De acordo com ela,durante o mês de recesso Escolar, alguns professores têm viagens marcadas para o interior, assim como alguns pais de alunos. “Alguns professores fazem curso de férias, porque não têm condições de estudar nos meses de aula. A capacitação é fundamental para a gente”, diz.

Conforme Ana Cristina, a categoria estava disposta a negociar com a Prefeitura, mas os professores não foram recebidos pela administração. “A Prefeitura quer mesmo é holofote”, ressalta.

Fonte: Jornal O Povo (CE)



Enquanto isso, aqui no Maranhão, o governo de plantão após uma greve de 78 dias, tenta impor aos professores uma proposta de reformulação do calendário escolar onde os docentes terão que trabalhar 15 dias de suas férias no mês de julho. Pasmem os senhores! A diretoria do SINPROESEMMA (PCdoB/PT/CTB) sem realizar uma única assembleia para debater com os educadores a proposta governista, optou por apoiar o governo nessa ação retaliadora.


ATENÇÃO! Estamos sem reajuste salarial desde JAN/2010.


Como tudo na vida tem um preço, a troco de que a diretora do SINPROESEMMA (PCdoB/PT/CTB) alia-se ao governo Roseana (PMDB/PT), potencializa a sua política de arrocho salarial e passa a desempenhar o papel de capitão do mato?

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Professora desmascara a propaganda do "governo da Mudança"

Neste vídeo a VERDADE sobre a realidade salarial dos educadores da rede estadual é revelada. Somente na propaganda do governo existe valorização dos educadores. Assista ao vídeo integralmente e conheça a triste situação dos professores.

Flávio Dino tem reajuste salarial e servidores estaduais, NÃO.

Onde está a Mudança?

O governo do Maranhão usa da desculpa de crise financeira e vem, há dois anos, arrochando os salários de milhares de servidores estaduais e negando seus direitos. Os professores ficaram sem ter o reajuste dos seus VENCIMENTOS em 2016 e 2017. Os professores em regime de C.E.T (CONDIÇÃO "ESPECIAL" DE TRABALHO) recebem essa gratificação CONGELADA desde fevereiro de 2015. Os funcionários administrativos, operacionais e outros, da SEDUC e das outras secretarias estão lutando para garantir, este ano, o reajuste de 6,3%, pois em 2016 não tiveram reajuste algum.



Na contramão do discurso de crise financeira e agindo  na surdina, a assembleia legislativa concedeu no último mês de fevereiro reajuste salarial, SEM PARCELAMENTO, para o governador, o vice-governador e todo o secretariado.  
Em 2017 seus novos subsídios são:
Governador: R$ 15.915,40         (16,9 SM);
Vice-governador: R$ 14.198,18 (15,1 SM);
Secretários: R $ 11.154,24          (11,9 SM).
Observação: SM = SALÁ…

O governador do Maranhão usa MP para descumprir lei estadual.

Não satisfeito em IGNORAR O ESTATUTO DO MAGISTÉRIO, A LEI DO PISO e deixar os educadores da REDE ESTADUAL sem REAJUSTE SALARIAL em 2016, o governador Flávio Dino resolveu inovar e, em 2017, lançou mão de uma Medida Provisória para burlar o estatuto dos profissionais do magistério.
Educador(a), entre em contato com o/a deputado/a da sua região, peça seu apoio e diga a ele/ela que somos contra a MP 230,  da forma que foi proposta. Queremos que o governador CUMPRA o Estatuto do Magistério. Quando definirem o dia dessa votação, vamos mobilizar nossa categoria para LOTAR a Assembleia Legislativa. 
Educadores de todo o estado precisam comparecer e lutar contra a aprovação dessa MP.
NO DIA DA VOTAÇÃO DA MP 230/17 QUE VIOLA O ESTATUTO DO MAGISTÉRIO  (Lei nº 9.860/2013), OS DEPUTADOS VOTARÃO aFAVOR (F)ou CONTRA (C)  A Educação e os EDUCADORES???
A MP 230/17 SERÁ VOTADA AMANHÃ NA COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO         E JUSTIÇA - CCJ. Seus membros titulares são:
Presidente; Prof Marco Aurélio
Relator; Dr L…