sábado, 5 de maio de 2012

O SINDSERM-TERESINA conquistou o maior reajuste do país para os professores da rede municipal de ensino.

FESTA DA VITÓRIA!

Termina a maior e mais vitoriosa greve dos servidores municipais de Teresina!



Após 88 dias muito intensos de uma greve que se tornou a maior e mais vitoriosa de todos os tempos, os servidores da educação municipal de Teresina suspenderam a paralisação na tarde desta quarta, 02/05, após a votação, na Câmara Municipal, do reajuste de 24,26% linear (para todas as classes e níveis) nos vencimentos dos professores e pedagogos, o que garantiu a estes profissionais um vencimento mínimo igual ao Piso Nacional do Magistério, estipulado pelo MEC.

Suspenderam a greve e voltaRAM para seu local de trabalho com a alma lavada e com a certeza do dever cumprido.



 
Os servidores municipais enfrentaram a truculência do secretário de educação Paulo Machado, o descaso do prefeito Elmano Férrer (PTB) e o autoritarismo de alguns diretores de escolas e CMEI’s. Resistiram bravamente garantindo, ao final, não só o direito de receber em seus vencimentos o Piso Nacional do Magistério, como também:. Reajuste nas gratificações e titulações;
. O horário pedagógico de 1/3 da sua carga horária;
. Eleições diretas para diretores de escolas e CMEI’s
. O pagamento da gratificação do PROFUNCIONÁRIO para os secretários das escolas
. A regularização do horário de trabalho e o pagamento de horas-extras dos agentes de portaria;
. A garantia do tíquete-alimentação;
. Equipamento de segurança e fardamento para os servidores que trabalham em atividades insalubres:
. O fim do fechamento de escolas e CMEI’s;
. Professor auxiliar nas CMEI’s em turmas com 15 ou mais alunos;

Estes são os principais pontos em que houve vitória, outras questões ficaram para futuras mesas de negociação ou para serem resolvidas no âmbito judicial.

O fator principal deste movimento, e responsável direto pelas suas vitórias, foi a ampla e irrestrita participação da base da categoria em cada passo da greve, nas assembléias, no comando de greve, nas ocupações e no acampamento, agindo e tomando decisões e fiscalizando a direção deste sindicato

Ao final ficou a certeza que SÓ A LUTA MUDA A VIDA!
Fonte: SINDSERM-TERESINA

Nenhum comentário: