Pular para o conteúdo principal

Diretoria GOLPISTA DO SINDEDUCAÇÃO insiste em agir a revelia dos educadores e apronta mais uma.


A diretoria GOLPISTA do SINDEDUCAÇÃO desde que assumiu o comando do sindicato dia 28/11/2012 vem agindo totalmente a revelia da nossa categoria, na medida em que, esta jamais convocou os professores para participar de uma assembleia.
A princípio decidiu fechar acordo com a prefeitura para que o ano letivo fosse encerrado dia 25/01/13, sem nenhum debate prévio com os educadores e sem garantir aos educandos o mínimo de 200 dias letivos, estabelecidos na LDB. Em seguida, seus dirigentes resolveram fechar acordo com a prefeitura para que o pagamento do mês de dezembro fosse feito de forma integral somente para os professores efetivos, os demais servidores ativos e inativos da SEMED, tiveram que "engolir" o pagamento parcelado dos seus proventos.
Agora, na véspera do inicio do ano letivo de 2013, essa diretoria golpista, outra vez, a revelia da nossa categoria toma decisões importantes e nos comunica através de uma carta, numa clara demonstração de prepotência, arrogância e o que é pior, explicita o desejo dos seus dirigentes de não ter o menor interesse em dialogar com a nossa categoria, através da realização de uma assembleia no sindicato. Nesta carta, nos chamou bastante atenção a postura da diretoria GOLPISTA do sindeducação diante de duas situações: (CONFIRA A CARTA CLICANDO NO LINK:http://www.sindeducacao.com.br/web/index.php?option=com_content&view=article&id=294:carta-direta-ao-professor&catid=1:noticias&Itemid=2
Na primeira, a diretoria decidiu sem o aval dos professores que deve judicializar a disputa pela garantia do reenquadramento dos professores no PCCV/08 e também para garantir o pagamento dos retroativos devidos em função das PROGRESSÕES HORIZONTAIS E VERTICAIS, ADICIONAL DE TITULAÇÃO E DE DIFICIL ACESSO. Nesse aspecto, entendemos que o melhor a fazer é discutir em assembleia com a categoria o que fazer diante desse imbróglio.
A outra questão diz respeito à fala da diretoria quando diz: o PROFESSOR DEVE A PARTIR DO DIA 25/02 ESTRUTURAR SUA JORNADA DE TRABALHO DE ACORDO COM o artigo 2º § 4º da lei do PISO. Aliado a isso, afirmam ainda: O sindicato garante que nenhuma retaliação será aplicada ao professor (a) que decidir por desenvolver sua jornada de trabalho na forma estabelecida na Lei 11.738/2008. Para isso, estará ajuizando mandado de segurança com o objetivo de impedir descontos indevidos sobre os vencimentos (na medida em que não haverá ausência do servidor no seu local de trabalho, mas tão somente uma alteração na forma como a jornada de trabalho será desenvolvida), além de fazer forte mobilização política junto à sociedade civil, ao Judiciário e ao Ministério Público Estadual.
Neste caso, nos causa bastante estranheza o fato de que a diretoria do sindicato afirma que vai fazer e acontecer para garantir o 1/3 de hora atividade previsto na lei do PISO, entretanto, finge desconhecer o que determina o artigo 5º, parágrafo único da mesma lei. Esse artigo determina que o reajuste do PISO ocorra no mês de janeiro e no MESMO PERCENTUAL de crescimento do valor aluno/ano. Em 2013, este deve ser de 20,16%, segundo a CNTE.
Companheiros educadores, necessitamos compreender a gravidade da situação em que estamos inseridos. De um lado temos um novo governo que vem agindo da mesma forma que o prefeito anterior, no que diz respeito ao cumprimento da lei do PISO, do nosso PCCV e da LDB. Do outro lado temos uma diretoria sindical golpista aliada à nova gestão municipal, que vem fazendo de tudo para preservar não os interesses da nossa categoria, mas tão somente os interesses do prefeito. Diante do exposto conclamamos os educadores da rede municipal de ensino de São Luis para agir no sentido de garantir nossos direitos, pois não devemos esperar de braços cruzados que prefeito ou a diretoria GOLPISTA do sindicato nos garanta tudo isto de mão beijada. Exijamos assembleia no SINDEDUCAÇÃO   e o reajuste de 20,16%JÁ!


 

Comentários

Pasei acá leendo , y visitando su blog.
También tengo un, sólo que mucho más simple.
Estoy invitando a visitarme, y si es posible seguir juntos por ellos y con ellos. Siempre me gustó escribir, exponer y compartir mis ideas con las personas, independientemente de su clase Social, Creed Religiosa, Orientación Sexual, o la Etnicidad.
A mí, lo que es nuestro interés el intercambio de ideas, y, pensamientos.
Estoy ahí en mi Simpleton espacio, esperando.
Y yo ya estoy siguiendo tu blog.
Fortaleza, la Paz, Amistad y felicidad
para ti, un abrazo desde Brasil.
www.josemariacosta.com


Postagens mais visitadas deste blog

PERDAS SALARIAIS DOS PROFESSORES NO GOV. FLÁVIO DINO

GOV. FLÁVIO DINO DESCUMPRE LEIS e  APLICA NOVO CALOTE NOS EDUCADORES
Ao não conceder, em janeiro de 2018, o reajuste de 6,81% no vencimento dos integrantes do magistério da educação básica, mais uma vez o governador Flávio Dino insiste em descumprir a lei do PISO NACIONAL e o art. 32 do ESTATUTO DO MAGISTÉRIO. Por 3 anos consecutivos temos sido vitimados por uma política de profundo ARROCHO SALARIAL que tem como consequência a diminuição permanente do poder de compra dos educadores, comprometendo de forma direta a qualidade da educação pública e a dignidade dos trabalhadores. Em 2016, embora a lei garantisse um reajuste de 11,36% para os Professores, não foi concedido nenhum percentual de recomposição salarial. Em 2017, governo descumpre novamente a legislação, através de uma manobra parlamentar, aplica um pequeno reajuste em cima da GAM.  Em 2018, o governo reedita o calote e outra vez, agindo na ILEGALIDADE, não concede o reajuste na tabela de vencimentos dos educadores, em uma clara …

Gov Flávio Dino passa a perna nos professores, vende gato por lebre e chama isso de valorização

Quem vê a megacampanha midiática do governo Flávio Dino (PCdoB)  sobre a realidade salarial dos professores da rede estadual maranhense, nem de longe imagina o que de fato vem acontecendo com esses educadores.  Primeiro é preciso explicitar que o governador, apesar de ser professor, não teve pudor algum ao optar, em 2016, por descumprir as Leis do Piso e o Estatuto do Magistério e deixar toda a categoria de professores sem reajuste salarial algum. No ano seguinte, o avanço do governo sobre os direitos dos professores continuou. Numa manobra envolvendo sua base aliada no poder legislativo, o governador Flávio Dino (PCdoB) usa uma Medida Provisória para violar o Estatuto do Magistério, promove o desmonte da carreira ao extinguir 9 referências de um total de 19 existentes e realiza uma pequena elevação na Gratificação de Atividade do Magistério – GAM, de forma parcelada e progressiva, entretanto, manteve CONGELADO o piso salarial de todos os professores, com valores referentes ao ano de 2…

Baixaria na Assembleia de Prestação de Contas do Sinproesemma

Dia 24/06 (sábado), aconteceu no Praia Mar Hotel em São Luís a assembleia de prestação de contas do Sinproesemma.
O auditório em que aconteceu a assembleia comportava 120 assentos e cerca de 90% deles foram ocupados por educadores que estavam hospedados no hotel, pois vieram de alguns municípios localizados no continente. Poucos educadores eram da capital e isso se deu por que a diretoria do sindicato (SUB JUDICE) não divulgou a realização da assembleia nas escolas da grande ilha e nem convocou os trabalhadores nos seus  meios de comunicação.
O debate foi iniciado e ao longo dele, chamou bastante atenção o embate  entre os membros da diretoria, que se alfinetaram e também fizeram acusações graves. O presidente Raimundo Oliveira tentou cercear a fala da ex- presidente Benedita, mas foi reprovado por alguns professores.


Veja abaixo vídeos e os dois balancetes apresentados aos educadores. Neles, dentre outras coisas, chama atenção o volume de recursos que a diretoria do sindicato diz ter…