Pular para o conteúdo principal

Diretoria do SINPROESEMMA monta farsa pra tentar fazer os professores defenderem um ESTATUTO que os prejudica.


Considerações do M.R.P

Lendo a carta acima nos chama atenção a dissimulação da diretoria do sindicato em vários trechos, dentre eles destacamos:

"LIDERES DO ATUAL GOVERNO DO MARANHÃO"  "COMISSÃO DE NOTÁVEIS"  O que será que impede a diretoria do sindicato nominar esses agentes público?

"COMISSÃO PARITÁRIA COMPOSTA POR MEMBROS DO SINDICATO, DA CATEGORIA E DO GOVERNO"  Qual educador não dirigente do sindicato participou desses momentos de discussão em torno da proposta de estatuto nessa comissão?

"O RESULTADO FOI UM TEXTO MUTILADO, TOTALMENTE DIVERSO DO CONSENSUAL, E QUE, NA PRÁTICA, NÃO SÓ VEDA AS PROPOSTAS DE AVANÇO, COMO RETIRA A MAIORIA DOS DIREITOS DOS EDUCADORES" Nesse parágrafo a diretoria do sindicato abusa da arte de ludibriar  A diretoria do SINPROESEMMA mente descaradamente quando diz que a proposta do governo é totalmente diverso do que foi consensuado. A proposta DEFENDIDA PELO GOVERNO só difere da que a diretoria do sindicato defende no que diz respeito a EXCLUSÃO DOS FUNCIONÁRIOS DE ESCOLA E NO FORMATO DA TABELA SALARIAL. Se compararmos as duas, na essência, são idênticas. 

"ASSEMBLEIAS GERAIS EXTRAORDINÁRIAS" o estatuto do sindicato não prevê estas assembleias. A diretoria do sindicato, nesse sentido, age na ilegalidade. Atenção! O estatuto do SINPROESEMMA foi retirado do novo site.

Diante desse contexto alertamos, nossa categoria precisa analisar com muita cautela a finalização do processo de reestruturação da carreira profissional do magistério, caso contrário pagaremos um preço muito alto pela nossa inobservância dos riscos contidos na proposta do ESTATUTO DO EDUCADOR, QUE É FRUTO DA AÇÃO DOS TÉCNICOS DO GOVERNO E DA DIRETORIA DO SINPROESEMMA, embora esta ultima agora afirme que não participou da construção da proposta que o governo apresentou nos últimos dias.


Comentários

José João disse…
Quem já conhece as falcatruas do sindicato não se surpreende com mais esse engodo. Pena é que são tão poucos os que realmente entendem o que é uma luta de classe, se a categoria procurasse saber quais as verdadeiras intenções desses que se dizem diretoria do sinproesemma, que esses "senhores"não estão em sala de aula e não têm minima intenção de estarem um dia, por isso traem a classe, se a categoria se unisse em torno de quem realmente luta pelos direitos dos profissionais da educação, esses marginais já teriam, há muito, saído desse sincicato,
disse tudo caro João.

Postagens mais visitadas deste blog

Professora desmascara a propaganda do "governo da Mudança"

Neste vídeo a VERDADE sobre a realidade salarial dos educadores da rede estadual é revelada. Somente na propaganda do governo existe valorização dos educadores. Assista ao vídeo integralmente e conheça a triste situação dos professores.

Flávio Dino tem reajuste salarial e servidores estaduais, NÃO.

Onde está a Mudança?

O governo do Maranhão usa da desculpa de crise financeira e vem, há dois anos, arrochando os salários de milhares de servidores estaduais e negando seus direitos. Os professores ficaram sem ter o reajuste dos seus VENCIMENTOS em 2016 e 2017. Os professores em regime de C.E.T (CONDIÇÃO "ESPECIAL" DE TRABALHO) recebem essa gratificação CONGELADA desde fevereiro de 2015. Os funcionários administrativos, operacionais e outros, da SEDUC e das outras secretarias estão lutando para garantir, este ano, o reajuste de 6,3%, pois em 2016 não tiveram reajuste algum.



Na contramão do discurso de crise financeira e agindo  na surdina, a assembleia legislativa concedeu no último mês de fevereiro reajuste salarial, SEM PARCELAMENTO, para o governador, o vice-governador e todo o secretariado.  
Em 2017 seus novos subsídios são:
Governador: R$ 15.915,40         (16,9 SM);
Vice-governador: R$ 14.198,18 (15,1 SM);
Secretários: R $ 11.154,24          (11,9 SM).
Observação: SM = SALÁ…

O governador do Maranhão usa MP para descumprir lei estadual.

Não satisfeito em IGNORAR O ESTATUTO DO MAGISTÉRIO, A LEI DO PISO e deixar os educadores da REDE ESTADUAL sem REAJUSTE SALARIAL em 2016, o governador Flávio Dino resolveu inovar e, em 2017, lançou mão de uma Medida Provisória para burlar o estatuto dos profissionais do magistério.
Educador(a), entre em contato com o/a deputado/a da sua região, peça seu apoio e diga a ele/ela que somos contra a MP 230,  da forma que foi proposta. Queremos que o governador CUMPRA o Estatuto do Magistério. Quando definirem o dia dessa votação, vamos mobilizar nossa categoria para LOTAR a Assembleia Legislativa. 
Educadores de todo o estado precisam comparecer e lutar contra a aprovação dessa MP.
NO DIA DA VOTAÇÃO DA MP 230/17 QUE VIOLA O ESTATUTO DO MAGISTÉRIO  (Lei nº 9.860/2013), OS DEPUTADOS VOTARÃO aFAVOR (F)ou CONTRA (C)  A Educação e os EDUCADORES???
A MP 230/17 SERÁ VOTADA AMANHÃ NA COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO         E JUSTIÇA - CCJ. Seus membros titulares são:
Presidente; Prof Marco Aurélio
Relator; Dr L…