Pular para o conteúdo principal

A turma do PCdoB que comanda o SINDEDUCAÇÃO manobra durante a assembleia, blinda o prefeito Edivaldo Holanda e categoria comemora o reajuste de 9,5%

A assembleia do SINDEDUCAÇÃO do dia 7/6 foi um verdadeiro festival de TRUCULENCIA, PREPOTÊNCIA, ARROGÂNCIA e DESRESPEITO da DIRETORIA GOLPISTA DO SINDICATO PARA COM A NOSSA CATEGORIA. No inicio da assembleia rolou a desinformação e a desorganização no tal do credenciamento. Após essa etapa da assembleia adentramos o auditório e nos assustamos com a quantidade de seguranças presentes no recinto. Na assembleia o numero de professoras era superior a 90% e diante desse contexto pergunta-se: O que justifica a contratação de uma dezena de seguranças? O que tanto teme essa diretoria GOLPISTA? Vejam só, esse é apenas um dos exemplos que serve para evidenciar que a direção do sindicato usa os recursos oriundos da nossa contribuição mensal contra a própria categoria. A tropa de  choque da diretoria estava lá para defender unica e exclusivamente os dirigentes do sindicato e seus asseclas. Bom, deixando isso de lado vamos ao que interessa. Após a abertura da assembleia o assessor jurídico do sindicato fez a apresentação dos termos do acordo (SEMED-SINDEDUCAÇÃO) que para ser firmado dependeria do aval da categoria. Em seguida a diretoria do SINDEDUCAÇÃO impôs a número de inscrições em 5 e o tempo das falas em apenas 3 minutos, lamentavelmente, os professores presentes permitiram o êxito dessa manobra anti-democrática que ajudou em muito a diretoria do sindicato a definir o resultado da assembleia  Como se isso não bastasse, o diretor Maurício fez de tudo para não permitir que o professor Antonísio Furtado tivesse o direito a fala, esta só foi garantida porque o mesmo é membro da COMISSÃO DE NEGOCIAÇÃO. Vale ressaltar que quando o referido professor afirmou que o reajuste poderia ser maior e que tinha como comprovar o que afirmou, sua fala foi cerceada.  Depois das 5 falas a diretoria encaminhou a votação e a categoria aceitou o reajuste de 9,5% e o acordo entre SEMED-SINDEUCAÇÃO. leia-o integralmente clicando no link:http://www.sindeducacao.com.br/web/index.php/noticias/61-acordo-da-atualizacao-funcional




Acima veja o vídeo com as falas do professor Edson (PRO DIRETORIA DO SINDICATO/PREFEITURA) e do professor Pedro Costa (PRO CATEGORIA).

Lamentavelmente registramos que os professores presentes não perceberam o que se deu na referida assembleia. Reconhecemos, a prefeitura de São Luis concedeu sim alguns ganhos para os educadores, porém, é preciso dizer que o governo municipal "deu com uma mão e vai retirar com duas" nesta ação de conceder o reajuste salarial mínimo de 9,5% . Educadores, os maiores beneficiados com o resultado dessa assembleia foram a prefeitura e a diretoria GOLPISTA DO SINDICATO. A prefeitura ganha duplamente, na medida em que fará uma economia de milhões dos recursos do FUNDEB ao conceder um reajuste mínimo e fortalece seus parceiros da DIRETORIA GOLPISTA DO SINDEDUCAÇÃO, pois o acordo foi assinado tendo como um dos objetivos a legitimação dessa diretoria que chegou ao comando do sindicato através do GOLPE que cassou o direito de escolha dos integrantes do magistério municipal. Está explicito que para o prefeito é Edivaldo Holanda é importante que nosso sindicato continue sobre o comando dessa DIRETORIA GOLPISTA, POIS A MESMA É COMANDADA pelo PCdoB e este é seu maior aliado político do momento. O tempo é o senho da razão! dentro em breve os professores constatarão o que estamos afirmando hoje.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Professora desmascara a propaganda do "governo da Mudança"

Neste vídeo a VERDADE sobre a realidade salarial dos educadores da rede estadual é revelada. Somente na propaganda do governo existe valorização dos educadores. Assista ao vídeo integralmente e conheça a triste situação dos professores.

Flávio Dino tem reajuste salarial e servidores estaduais, NÃO.

Onde está a Mudança?

O governo do Maranhão usa da desculpa de crise financeira e vem, há dois anos, arrochando os salários de milhares de servidores estaduais e negando seus direitos. Os professores ficaram sem ter o reajuste dos seus VENCIMENTOS em 2016 e 2017. Os professores em regime de C.E.T (CONDIÇÃO "ESPECIAL" DE TRABALHO) recebem essa gratificação CONGELADA desde fevereiro de 2015. Os funcionários administrativos, operacionais e outros, da SEDUC e das outras secretarias estão lutando para garantir, este ano, o reajuste de 6,3%, pois em 2016 não tiveram reajuste algum.



Na contramão do discurso de crise financeira e agindo  na surdina, a assembleia legislativa concedeu no último mês de fevereiro reajuste salarial, SEM PARCELAMENTO, para o governador, o vice-governador e todo o secretariado.  
Em 2017 seus novos subsídios são:
Governador: R$ 15.915,40         (16,9 SM);
Vice-governador: R$ 14.198,18 (15,1 SM);
Secretários: R $ 11.154,24          (11,9 SM).
Observação: SM = SALÁ…

O governador do Maranhão usa MP para descumprir lei estadual.

Não satisfeito em IGNORAR O ESTATUTO DO MAGISTÉRIO, A LEI DO PISO e deixar os educadores da REDE ESTADUAL sem REAJUSTE SALARIAL em 2016, o governador Flávio Dino resolveu inovar e, em 2017, lançou mão de uma Medida Provisória para burlar o estatuto dos profissionais do magistério.
Educador(a), entre em contato com o/a deputado/a da sua região, peça seu apoio e diga a ele/ela que somos contra a MP 230,  da forma que foi proposta. Queremos que o governador CUMPRA o Estatuto do Magistério. Quando definirem o dia dessa votação, vamos mobilizar nossa categoria para LOTAR a Assembleia Legislativa. 
Educadores de todo o estado precisam comparecer e lutar contra a aprovação dessa MP.
NO DIA DA VOTAÇÃO DA MP 230/17 QUE VIOLA O ESTATUTO DO MAGISTÉRIO  (Lei nº 9.860/2013), OS DEPUTADOS VOTARÃO aFAVOR (F)ou CONTRA (C)  A Educação e os EDUCADORES???
A MP 230/17 SERÁ VOTADA AMANHÃ NA COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO         E JUSTIÇA - CCJ. Seus membros titulares são:
Presidente; Prof Marco Aurélio
Relator; Dr L…