Pular para o conteúdo principal

Novidades do SINDEDUCAÇÃO


MOVIMENTO DE RESISTÊNCIA DOS PROFESSORES-MRP (abril/2015)

Companheir@s, mais uma vez nos reunimos para tratar da garantia dos nossos direitos trabalhistas, de melhores condições de trabalho e também de questões relacionadas ao nosso sindicato.

Com o término da nossa luta de 106 dias em setembro de 2014, celebramos um acordo com o governo no MINISTERIO PUBLICO, materializado na assinatura do TAC n° 003/2014 – 2ª PJEDE. Nesse acordo, o governo do prefeito Edivaldo Holanda Jr (PTC) compromete-se em atender nossas reivindicações, em contrapartida fez exigências á nossa representação sindical. Hoje, passados 7 meses da assinatura desse acordo, verificamos que nossa parte foi cumprida integralmente, entretanto, não se pode dizer o mesmo da outra parte. As questões cruciais que envolvem a garantia dos nossos direitos e melhores condições de trabalho foram parcialmente atendidas pelo governo. Vale ressaltar que, em 2015, além do direito ao reajuste salarial, temos o direito a PROGRESSÃO, TITULAÇÃO, DIFíCIL ACESSO e a trabalhar em escolas com condições adequadas de funcionamento. Em relação à garantia dos direitos estatutários/2015, o governo nos diz que não há recursos e que precisamos aguardar um pouco mais, para que ele possa se posicionar sobre essa questão futuramente.

Com relação às listagens divulgadas recentemente pelo sindicato, logo após as mesmas serem enviadas ao mesmo pela SEMED/COAPEM, algumas questões precisam ser esclarecidas no dia de hoje, pois no TAC não tem nenhuma cláusula que determine a concessão dos direitos estatutários referentes, exclusivamente, ao ano de 2013. O que houve? Porque o sindicato fez a divulgação dessa forma? Além do que, há varias situações particulares de professores que precisam ser esclarecidas.

Professor(a), você sabia???

1 – Que estatutariamente a diretoria executiva do SINDEDUCAÇÃO é composta de 13 membros, porém, atualmente nosso sindicato é dirigido, oficialmente, por apenas 4 diretores. Porque esse esfacelamento não nos é explicado? O que fez 9 professores abandonarem a diretoria do sindicato???

2 – Que a diretoria do sindicato mais uma vez RASGOU  o estatuto do SINDEDUCAÇÃO ao não realizar a PRESTAÇÃO DE CONTAS do exercício 2014 dentro do prazo previsto ( até 15/04). Como será que foi gasto esse orçamento que gira em torno de 1,7 MILHÃO de reais???

3 – Que na última assembleia de prestação de contas o conselho fiscal afirmou que A diretoria do sindicato GASTOU R $ 31.760,10 dos recursos da entidade e não comprovou como usou esse dinheiro. Na ocasião, as contas foram aprovadas com ressalvas e a diretoria ficou de apresentar os documentos contábeis que comprovem o uso desse recurso. Quando será que a diretoria fará esse esclarecimento???

Plano Nacional

Companheir@s, dia 30/04 (quinta feira) acontece uma paralisação nacional da nossa categoria. Nesse sentido convidamos tod@s a participar desse día de luta, pois razões  temos de sobra, seja no plano NACIONAL. ESTADUAL e MUNICIPAL. Vamos a luta!!!

TABELA DE VENCIMENTOS DOS PROFISSIONAIS DO MAGISTÉRIO DA PREFEITURA DE SÃO LUIS, abril/2015, com o reajustes de 13,01 %
CARGO
Padrão de
Vencimento
Jornada de
Trabalho
REFERÊNCIAS E VENCIMENTOS
0 dia  a
3  anos
3a/1d. a    6 anos
6a/1d. a    9 anos
9a/1d. a    12 anos
12a/1d. a    15 anos
15a/1d. a    18 anos
18a/1d. a    21 anos
21a/1d. a    24 anos
24a/1 dia...
A
B
C
D
E
F
G
H
I
PROFESSOR
PNS
40 h
4.204,25
4.456,50
4.723,93
5.007,35
5.307,80
5.626,23
5.963,82
6.321,65
6.700,98
PNS
24 h
2.522,55
2.673,92
2.834,32
3.004,39
3.184,65
3.375,74
3.578,30
3.793,01
4.020,56
PNS
20 h
2.102,14
2.228,27
2.361,96
2.503,67
2.653,87
2.813,13
2.981,90
3.160,84
3.350,47
PNS
F/Ativ.Mag.
1.001,00
1.061,08
1.124,73
1.192,23
1.263,74
1.339,78
1.419,93
1.505,12
1.577,90
PNM
40 h
2.544,28
2.696,91
2.858,73
3.030,26
3.212,07
3.404,81
3.609,10
3.825,65
4.055,19
PNM
24 h
1.526,67
1.590,26
1.715,38
1.818,28
1.927,38
2.043,04
2.165,63
2.295,56
2.433,29
PNM
F/Ativ.Mag.
726,99
770,61
816,35
867,83
917,78
972,88
1.031,25
1.093,11
1.158,73

 fonte: BLOG DA COAPEM/SEMED

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PERDAS SALARIAIS DOS PROFESSORES NO GOV. FLÁVIO DINO

GOV. FLÁVIO DINO DESCUMPRE LEIS e  APLICA NOVO CALOTE NOS EDUCADORES
Ao não conceder, em janeiro de 2018, o reajuste de 6,81% no vencimento dos integrantes do magistério da educação básica, mais uma vez o governador Flávio Dino insiste em descumprir a lei do PISO NACIONAL e o art. 32 do ESTATUTO DO MAGISTÉRIO. Por 3 anos consecutivos temos sido vitimados por uma política de profundo ARROCHO SALARIAL que tem como consequência a diminuição permanente do poder de compra dos educadores, comprometendo de forma direta a qualidade da educação pública e a dignidade dos trabalhadores. Em 2016, embora a lei garantisse um reajuste de 11,36% para os Professores, não foi concedido nenhum percentual de recomposição salarial. Em 2017, governo descumpre novamente a legislação, através de uma manobra parlamentar, aplica um pequeno reajuste em cima da GAM.  Em 2018, o governo reedita o calote e outra vez, agindo na ILEGALIDADE, não concede o reajuste na tabela de vencimentos dos educadores, em uma clara …

Gov Flávio Dino passa a perna nos professores, vende gato por lebre e chama isso de valorização

Quem vê a megacampanha midiática do governo Flávio Dino (PCdoB)  sobre a realidade salarial dos professores da rede estadual maranhense, nem de longe imagina o que de fato vem acontecendo com esses educadores.  Primeiro é preciso explicitar que o governador, apesar de ser professor, não teve pudor algum ao optar, em 2016, por descumprir as Leis do Piso e o Estatuto do Magistério e deixar toda a categoria de professores sem reajuste salarial algum. No ano seguinte, o avanço do governo sobre os direitos dos professores continuou. Numa manobra envolvendo sua base aliada no poder legislativo, o governador Flávio Dino (PCdoB) usa uma Medida Provisória para violar o Estatuto do Magistério, promove o desmonte da carreira ao extinguir 9 referências de um total de 19 existentes e realiza uma pequena elevação na Gratificação de Atividade do Magistério – GAM, de forma parcelada e progressiva, entretanto, manteve CONGELADO o piso salarial de todos os professores, com valores referentes ao ano de 2…

Baixaria na Assembleia de Prestação de Contas do Sinproesemma

Dia 24/06 (sábado), aconteceu no Praia Mar Hotel em São Luís a assembleia de prestação de contas do Sinproesemma.
O auditório em que aconteceu a assembleia comportava 120 assentos e cerca de 90% deles foram ocupados por educadores que estavam hospedados no hotel, pois vieram de alguns municípios localizados no continente. Poucos educadores eram da capital e isso se deu por que a diretoria do sindicato (SUB JUDICE) não divulgou a realização da assembleia nas escolas da grande ilha e nem convocou os trabalhadores nos seus  meios de comunicação.
O debate foi iniciado e ao longo dele, chamou bastante atenção o embate  entre os membros da diretoria, que se alfinetaram e também fizeram acusações graves. O presidente Raimundo Oliveira tentou cercear a fala da ex- presidente Benedita, mas foi reprovado por alguns professores.


Veja abaixo vídeos e os dois balancetes apresentados aos educadores. Neles, dentre outras coisas, chama atenção o volume de recursos que a diretoria do sindicato diz ter…