Pular para o conteúdo principal

Professores cobram explicações da diretoria do SINPROESEMMA

Professores estaduais visitam a sede estadual do SINPROESEMMA e são recebidos pelos diretores Janice Nery, Raimundo Oliveira e Euges Lima. Na ocasião, foi protocolado na secretaria do sindicato um documento que solicita da mesma, alguns esclarecimentos sobre o reajuste salarial, progressões, férias em julho, dentre outros itens da CAMPANHA SALARIAL DE 2016. Foi solicitado tambem a realização de uma ASSEMBLEIA GERAL, a ser realizada em agosto. Pelo que observamos na fala dos dirigentes sindicais, a diretoria do SINPROESEMMA ainda se mostra propensa a conceder mais tempo para o governo conceder nosso reajuste. Para nossa surpresa, um dos dirigentes sindicais sustentou que temos que ter calma nas negociações, pois o governo passa por um momento de crise.
Nas fotos abaixo exibimos uma cópia do documento protocolado.
Os diretores do sindicato informaram que em relação ao reajuste salarial, eles só se pronunciarão após a reunião que terão com o secretário de educação na próxima semana. 




(Abaixo reproduzimos o conteúdo do documento exposto na foto acima)


Ilma. Sra. Presidenta do SINPROESEMMA

Antônia Benedita Pereira Costa


Eu, Antonísio Lopes Furtado, professor da Rede Estadual de ensino e membro sindicalizado deste sindicato, venho através deste, solicitar de vossa senhoria as seguintes informações e pleito:
1.      O que a diretoria do SINPROESMMA fez para garantir o reajuste salarial dos educadores no primeiro semestre de 2016?
2.      A diretoria do SINPROESEMMA defendeu e/ou defende o percentual de reajuste salarial de 11,36?
3.      Diante da postura do governo de Flávio Dino,  que insiste em negar nosso direito ao reajuste salarial anual, o que impediu e/ou impede a diretoria do sindicato em convocar uma ASSEMBLEIA GERAL para que nossa categoria decida o que fazer diante desse ataque governamental ao nosso direito?
4.       O que a diretoria do SINPROESEMMA fará para corrigir as distorções ocorridas no processo de concessão das progressões aos professores recentemente contemplados?
5.      O que a diretoria do SINPROESEMMA fará para garantir os 30 dias de férias, no mês de julho, a todos os educadores da rede estadual?
6.      O que impediu e/ou impede a diretoria do sindicato de sair em defesa dos direitos dos educadores da rede estadual previstos na Lei do PISO e no ESTATUTO e PCCR do Magistério?
7.      Convocação de uma ASSEMBLEIA GERAL de acordo com o que estabelece o estatuto da entidade, A SER REALIZADA NO DIA 01 DE AGOSTO DE 2016.

Na certeza de contar com vossa compreensão e colaboração, desde já, aguardo respostas e agradeço. Observação: As respostas podem ser encaminhadas para meu email: allfurtado@yahoo.com.br

São Luís - MA, 21 de junho de 2016


Comentários

Parabéns excelente iniciativa agora esperarva corja de uma resposta a categoria o mais rápido se possível ...

Postagens mais visitadas deste blog

Professora desmascara a propaganda do "governo da Mudança"

Neste vídeo a VERDADE sobre a realidade salarial dos educadores da rede estadual é revelada. Somente na propaganda do governo existe valorização dos educadores. Assista ao vídeo integralmente e conheça a triste situação dos professores.

Flávio Dino tem reajuste salarial e servidores estaduais, NÃO.

Onde está a Mudança?

O governo do Maranhão usa da desculpa de crise financeira e vem, há dois anos, arrochando os salários de milhares de servidores estaduais e negando seus direitos. Os professores ficaram sem ter o reajuste dos seus VENCIMENTOS em 2016 e 2017. Os professores em regime de C.E.T (CONDIÇÃO "ESPECIAL" DE TRABALHO) recebem essa gratificação CONGELADA desde fevereiro de 2015. Os funcionários administrativos, operacionais e outros, da SEDUC e das outras secretarias estão lutando para garantir, este ano, o reajuste de 6,3%, pois em 2016 não tiveram reajuste algum.



Na contramão do discurso de crise financeira e agindo  na surdina, a assembleia legislativa concedeu no último mês de fevereiro reajuste salarial, SEM PARCELAMENTO, para o governador, o vice-governador e todo o secretariado.  
Em 2017 seus novos subsídios são:
Governador: R$ 15.915,40         (16,9 SM);
Vice-governador: R$ 14.198,18 (15,1 SM);
Secretários: R $ 11.154,24          (11,9 SM).
Observação: SM = SALÁ…

O governador do Maranhão usa MP para descumprir lei estadual.

Não satisfeito em IGNORAR O ESTATUTO DO MAGISTÉRIO, A LEI DO PISO e deixar os educadores da REDE ESTADUAL sem REAJUSTE SALARIAL em 2016, o governador Flávio Dino resolveu inovar e, em 2017, lançou mão de uma Medida Provisória para burlar o estatuto dos profissionais do magistério.
Educador(a), entre em contato com o/a deputado/a da sua região, peça seu apoio e diga a ele/ela que somos contra a MP 230,  da forma que foi proposta. Queremos que o governador CUMPRA o Estatuto do Magistério. Quando definirem o dia dessa votação, vamos mobilizar nossa categoria para LOTAR a Assembleia Legislativa. 
Educadores de todo o estado precisam comparecer e lutar contra a aprovação dessa MP.
NO DIA DA VOTAÇÃO DA MP 230/17 QUE VIOLA O ESTATUTO DO MAGISTÉRIO  (Lei nº 9.860/2013), OS DEPUTADOS VOTARÃO aFAVOR (F)ou CONTRA (C)  A Educação e os EDUCADORES???
A MP 230/17 SERÁ VOTADA AMANHÃ NA COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO         E JUSTIÇA - CCJ. Seus membros titulares são:
Presidente; Prof Marco Aurélio
Relator; Dr L…